Após horas de diligências e investigação, a equipe do Serviço de Investigação, Vigilância e Captura (Sevic) com apoio de policiais militares prenderam o acusado de disparar contra a vida de Francisnei Soares Dantas, de 31 anos, conhecido por Francy. No momento da localização dos suspeitos, o autor do disparo se gabava relatando como matou a vítima durante a madrugada de domingo, 11, no município de Guajará-Mirim/RO.

 

Um grande número de pessoas se encontravam nas imediações do posto e conveniência situada a Avenida XV de Novembro com Avenida Duque de Caxias, em meio a aglomeração, por volta de 04h20min, populares avistaram uma pessoa correndo e atrás dela seguiam dois rapazes, Antônio e Rodrigo, o primeiro disparou contra a vida de Francisnei, que bastante ensanguentado recebeu os primeiros socorros de uma equipe de bombeiros, enquanto policiais militares recebiam informações dos acusados. Francy não aguentou os ferimentos e ao chegar no Hospital Regional Perpétuo Socorro já estava sem vida. (Leia matéria: https://www.omamore.com.br/2020/10/homem-morre-apos-ser-atingido-com.html)

 

Prisão preventiva

Policiais civis do Sevic diante das informações apresentadas pelas testemunhas passaram a investigar o caso desde a madrugada ainda de domingo, 11. Ao identificarem os suspeitos, ainda na manhã de domingo, os policiais seguiram até uma residência no bairro Santa Luzia, de Rodrigo V. D., de 22 anos, havia apenas latinhas de cervejas recentemente jogadas em frente à casa. Seguiram investigando, quando os agentes do Sevic descobriram que a amásia de Rodrigo reside no mesmo bairro, localizando a residência situada a Avenida Mário Peixe, eles ouviram pessoas conversando alto e som nos fundos do quintal. Ao observarem a fala, os policiais ouviram da boca de Antônio relatando detalhadamente como matou Francy, observaram que também estavam presentes duas mulheres. Com o apoio de duas guarnições da Polícia Militar foi possível a abordagem e identificar os suspeitos. Antônio Ferrer Feitosa Neto, de 24 anos, e Rodrigo V. D. foram identificados como participantes do homicídio. A namorada de Rodrigo, de 24 anos e sua mãe de 39 anos tentaram impedir a prisão dos rapazes, Antônio não obedeceu a ordem policial, mas acabou sendo imobilizado. Enquanto isso as duas mulheres insultavam os policiais com vários palavrões, afim de evitar a fuga da dupla ambos foram algemados. Elas também foram detidas e juntamente com a dupla foram conduzidas para um local seguro. Após interrogatório mãe e filha foram liberadas.

Antônio Ferrer Feitosa Neto acusado dos disparos está preso

O jornal e site O Mamoré apurou informações que Antônio Ferrer Feitosa Neto foi motivado por um desentendimento entre Francy e Rodrigo, tendo como pivô uma mulher. Embora a versão não tenha convencido os policiais, por meio de um mandado de prisão expedido pela Comarca de Guajará-Mirim, Antônio foi preso e entregue na Casa de Detenção Masculina, já Rodrigo não foi flagranteado e liberado. Após concluso o Inquérito Policial, caberá ao Ministério Público e Tribunal de Justiça denunciar e julgar os envolvidos no homicídio.

 

Morte

Francisnei Soares Dantas foi vítima de 3 disparos

 A reportagem do O Mamoré também obteve dados da necropsia, que foram encontrados três perfurações, sendo dois nas costas e um na cabeça, a vítima apresentava bastante sangue no rosto e dentes quebrados. Enquanto ainda familiares e amigos velavam Francy, policiais civis, militares e Justiça cumpriam seu papel.

 Fonte: O MAMORÉ


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem