Em Live que publicou em sua página social na Internet na tarde de quarta-feira (26), o presidente da Câmara Municipal, advogado Sérgio Bouez (PSB), rebateu alardes de notícias que estão dando conta de que a tão sonhada ponte Brasil-Bolívia, que pelos critérios de contratos e protocolos mantidos quase que há um século entre os dois países, sairia através de Guajará-Mirim, estariam agora em vias de deslocar sua construção a partir da cidade de Costa Marques.


 Primeiro político desta cidade de fronteira a reagir contrário a tal absurdo, Sérgio Bouez já está tomando medidas cabíveis junto às bancadas de deputados da Assembleia do Estado, da Assembleia Federal e do Senado Federal.

Convicto de que objetivos externos desejam contrariar as carências sociais de Guajará-Mirim através de acordos que cada vez mais colocam numa camisa de força a cidade, o presidente da Câmara apela para a unidade entre todos os políticos, pré-candidatos, donos de empresas, Associação Comercial e setores dos diversos extratos sociais no sentido de que juntos batalhem pela geração de emprego, renda e qualidade de vida que advirão com a saída da Ponte Binacional através de Guajará-Mirim.

De acordo com o discurso do presidente da Casa de Leis, o pouco caso do Governo Federal com a situação de Guajará-Mirim, em especial em relação à construção da Ponte Binacional, vem causando um problema sem tamanho. Sérgio Bouez ajusta sua posição dizendo que este corredor comercial partindo através de Guajará-Mirim, além de superar distorções técnicas e políticas, resgata o aspecto humano, a  qualidade de vida, a compreensão social e a palavra firmada nos contratos entre Brasil e Bolívia desde o Tratado de Petrópolis.

O Tratado de Petrópolis, que compensa a Bolívia pela extração da borracha no início do século 20, em seu adicional exige que o Brasil, uma vez extinta a ferrovia Madeira-Mamoré, fizesse a conjunção de esforços para a construção de uma ponte binacional sobre o Rio Mamoré, assim como a extensão da Rodovia entre Porto Velho e Guajará-Mirim, que se ligaria até a cidade de Riberalta.

 

Fonte: Assessoria

Creme de café para tomar com leite ou água quente, potes de 500 ml. Café cremosoCafé cremoso fitCappuccino e tradicional. Tome no conforto de sua casa. Encomendas pelos telefones: 9 8429-5200 e 98494-1558 com Tácia ou Carlinhos.  Instagram: @deliciasgourmetdatacia




Unopar Guajará-Mirim

Para continuar a correr atrás do seu sonho, a Unopar ajuda você. Nossos alunos do EAD contam com transmissões via satélite com professores mestres ou doutores, para não perder nada.

Polo Guajará-Mirim:

Avenida XV de Novembro, 1922 - Em frente ao Ginásio Afonso Rodrigues

(69) 3541-5375

(69) 99357-8293

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem