Por Fábio Marques

No início de seu primeiro mandato, o vereador Sérgio Bouez apresentou petição com cópias para a Câmara Federal e para a direção da Agência Nacional de Energia Elétrica, em que requeria a concessão de Royalties por parte das empresas que iriam explorar o setor de energia hídrica do Rio Madeira, em vistas dos prejuízos que causariam os impactos ambientais devido à construção de barragens e comportas dos complexos de máquinas e turbinas.
##########
À época, Sérgio Bouez disse que este ofício atendia a reclamos de todos os setores sociais. “Lógico que todos sabemos que a entrada em operação das hidrelétricas de Jirau e Santo Antônio prometem avanço para nossa região, mas por outro lado, as inundações serão maiores que as previstas pelos técnicos e gerarão prejuízos para toda a população”.
##########
De acordo com a redação, os benefícios destes royalties poderiam dar uma injeção no sistema da Educação Municipal, da Saúde Pública e no serviço de Obras que vinham sofrendo baixas performances.
##########
A previsão de Sérgio Bouez estava correta. Após a construção das usinas, uma alagação ocorreu no ano de 2014 e afogou sem remorsos animais, colocou florestas abaixo e isolou Guajará-Mirim do restante do Brasil causando prejuízos para a produção agrícola, pecuária, comércios, donas de casas e pessoas que perderam móveis, eletrodomésticos e pertences pessoais.
##########
Daquela época até os dias de hoje, nenhum prefeito teve a ousadia de bater de frente com a estatal que só fatura e nada retribui. É preciso investir em medidas que compensem estes impactos. Uma sugestão seria que houvesse redução nas contas de energia dos cidadãos em pelo menos 50 por cento do consumo da tarifa que arbitra a companhia operante.
##########
Filiado ao PDT desde 2012, o vereador Augustinho Figueiredo resolveu aderir ao PSB em Março do corrente ano. Com uma primeira votação de 520 sufrágios seguida de outra de 830 na segunda eleição, o vereador revelou à Coluna que algumas discórdias acerca de equívocos no antigo partido o fizeram desfiliar. Guiado pelo bom senso e pelo instinto, acabou buscando bases políticas mais sólidas. Hoje está fechado com o pré-candidato a prefeito Sérgio Bouez, pessoa a quem tem ajudado na Câmara tanto nos trâmites dos Projetos como nas soluções políticas adotadas.
##########
Atuante vereador, em toda sua vida pública, Augustinho sempre se revelou como a expressão do idealismo voltado para procurar dar remédios para os males sociais que afetam toda a população.
##########
Um rastilho de pólvora parece perseguir o roteiro do comerciante Virgílio Oliveira. Páginas da rede virtual Facebook mostraram esta semana denúncias de supostos esquemas e armações que envolvem a figura deste cidadão com ligações no mínimo suspeitas. Nada contrário ao sujeito em questão. Mas na contramão, a política não pode ser a arte de esquecer. É preciso combater fórmulas ocas de querer enganar os cidadãos e encobrir atos falhos. Guajará-Mirim encontra-se nesta situação de caos também por conta deste cidadão que avalizou o atual medíocre prefeito que hoje nada mais é do que um cadáver de si mesmo.
* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Mamoré não tem responsabilidade legal pela "opinião", que é exclusiva do autor.

Creme de café para tomar com leite ou água quente, potes de 500 ml. Café cremosoCafé cremoso fitCappuccino e tradicional. Tome no conforto de sua casa. Encomendas pelos telefones: 9 8429-5200 e 98494-1558 com Tácia ou Carlinhos.  Instagram: @deliciasgourmetdatacia




Unopar Guajará-Mirim

Para continuar a correr atrás do seu sonho, a Unopar ajuda você. Nossos alunos do EAD contam com transmissões via satélite com professores mestres ou doutores, para não perder nada.

Polo Guajará-Mirim:

Avenida XV de Novembro, 1922 - Em frente ao Ginásio Afonso Rodrigues

(69) 3541-5375

(69) 99357-8293


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem