Por Fábio Marques

Sem cabeça para escrever qualquer coisa de relevância, dedico a crônica de hoje aos leitores que acompanham a Coluna e palpitam sobre os garranchos que rascunho. Abaixo alguns destaques. Muito obrigado.
#######

###
Caro escriba, você está de parabéns pela coragem mostrada em teus artigos. Enfim alguém na cidade com atitude para falar sem receio algum acerca do que está se passando com a “Cidade Pérola” e o que estão fazendo com ela. (Cláudio Mattos – Porto Velho).
##########
Fico sabendo o que ocorre em Guajará-Mirim através de suas crônicas. Teu conteúdo é forte, mas reflete a verdade que muitos se recusam a enxergar. (Beatriz Canto – Brasília).
##########
Sou servidor municipal. Por isso peço que me obsequies fazendo omitir meu nome, pois receio que me retaliem. Tenho três filhos para criar e é da labuta diária na prefeitura que retiro todos os proventos para o sustento de minha família. Você representa o pensamento das pessoas de bem da cidade. Agora é o seguinte: apesar de tuas palavras, sabemos que elas só irão produzir eco nas pessoas dignas e com formação moral para assimilar. Não importa. Este é o teu papel enquanto cidadão. E a cidade agradece. (Anônimo – Via Messenger).
##########
Como leitor assíduo da Coluna, cada vez mais constato que a cada crônica você se sobressai ao mesmo tempo que tua têmpera continua a mesma: Raivoso, visceral, sempre batendo pesado e sem temer os canalhas que detém o poder há mais de 20 anos em Guajará-Mirim. Tudo de bom pra você! (Helito Córdoba – Goiânia).
##########
Adoro tua Coluna. O teu ódio expresso pelos canalhas e este teu idealismo de construir um mundo melhor, mais equânime, com mais justiça social difere do raciocínio lógico da maioria onde o egoísmo e o acúmulo de coisas materiais se sobrepõe aos valores humanos. Difere também da maioria da imprensa de fronteira que se preocupa mais em ocultar a verdade, em estar na correria por merrecas da prefeitura e estar posando de popstars ao lado de prefeito e deputados. (Aline Werlang – Curitiba).
##########
Parabéns pela Coluna. Cada vez melhor. Gosto quando ataca as “verborreias” do prefeito que fala muito, mas não diz nada, só leseira. Quando discursa parece que está num trabalho de parto difícil tamanho os abusos de hipérboles e metáforas. Mas ainda bem que este cidadão está saindo da vida pública como um cadáver de si mesmo. Morto insepulto. Embora ainda vá desfrutar pelo restante de tempo que ainda viverá, do dinheiro que conseguiu amealhar na prefeitura. (Inajá Monteiro – Guajará-Mirim).
##########
A crônica de hoje, escrita pelos leitores, acaba aqui. Atacado por uma baita diarreia, estou indo ao banheiro me aliviar. Este cronista e um arremedo de prefeito, temos alguma coisa em comum. Ambos sofremos de diarreia. Enquanto este chefete de não sei que poderes vem sofrendo de diarreia mental, efeito das leseiras de seus discursos que converte em penicos ouvidos alheios, este cronista tem sofrido de diarreia estomacal mesmo, produto da mistura do consumo de cerveja, salame, queijo gorgonzola, azeitonas e ovos de codorna. Pronto. Puxada a descarga.

* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Mamoré não tem responsabilidade legal pela "opinião", que é exclusiva do autor.

Creme de café para tomar com leite ou água quente, potes de 500 ml. Café cremosoCafé cremoso fitCappuccino e tradicional. Tome no conforto de sua casa. Encomendas pelos telefones: 9 8429-5200 e 98494-1558 com Tácia ou Carlinhos.  Instagram: @deliciasgourmetdatacia




Unopar Guajará-Mirim

Para continuar a correr atrás do seu sonho, a Unopar ajuda você. Nossos alunos do EAD contam com transmissões via satélite com professores mestres ou doutores, para não perder nada.

Polo Guajará-Mirim:

Avenida XV de Novembro, 1922 - Em frente ao Ginásio Afonso Rodrigues

(69) 3541-5375

(69) 99357-8293

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem