Na última quinta-feira (2), um encontro on line reuniu representes de Brasil e Bolívia para tratativas sobre a comercialização e logística por meio de pequenas embarcações na Fronteira entre os dois países. O encontro foi uma demanda da Sala do Empreendedor de Nova Mamoré ao Sebrae em Rondônia, que imediatamente acionou a Prefeitura de Guajará-Mirim e a Secretaria de Planejamento e Orçamento do Estado (Sepog) através do NEIFRO – Núcleo Estadual de Integração de Fronteiras, para reunir os atores públicos envolvidos nas operações de importação, exportação e repatriação.

Na pauta, a flexibilização de trâmites para importação e exportação de alimentos e medicamentos, bem como a repatriação de estudantes brasileiros que se encontram no país vizinho sem condições necessárias, até para sobrevivência. A travessia entre os dois países está fechada desde março e os problemas aduaneiros antigos que envolvem os dois países se agravaram.

Participaram da reunião o governador Marcos Rocha, o prefeito de Guajará-Mirim Cicero Noronha, a prefeita da cidade de Guayaramerin, Beni, Bolívia, Helen Gorayeb, o diretor superintendente do Sebrae em Rondônia Daniel Pereira, representantes da embaixada da Bolívia Wilfredo Rojo, representante do Ministério das Relações Exteriores – Itamarati Jorge Marcelo Galvão, Auditor do Tribunal de Contas de Rondônia Marc Willian e  Presidente do Núcleo Estadual para o Desenvolvimento e Integração da Faixa de Fronteira – NEIFRO e  Secretário Estadual da Secretaria de Planejamento Orçamento e Gestão Pedro Pimentel.

Para o superintendente do Sebrae, ”Cada passo que damos à simplificação de procedimentos e processo visando destravar a economia local é uma vitória, sobretudo neste momento extremo que todos vivemos”, disse Daniel Pereira, que se coloca à disposição para discutir esses avanços sempre sob à luz das normas vigentes mas visando o desenvolvimento econômico sustentável.

Do encontro saíram encaminhamentos que serão capitaneados pelo Itamarati e Embaixada Boliviana, no que se refere a viabilizar a modernização dos acordos bilaterais em âmbito federal, de forma a atender as necessidades brasileiras e bolivianas, e ainda, ficou definido que a Receita Federal e a Secretaria de Estado de Finanças de Rondônia (Sefin) irão fazer adequações em seus sistemas e normas em parceria com a prefeitura de Guajará Mirim para resolver a liberação do transporte de alimentos e remédios em pequenas embarcações.

Não deixe de buscar orientações sobre como reagir diante deste cenário de pandemia. O Sebrae em Rondônia pode atendê-lo também remotamente. Acesse nosso portal de atendimento em www.sebrae.ro. Ligue para nossa Central de Relacionamento ou envie mensagens por WhatsApp no 0800 570 0800, acesse nosso portal de ensino à distância www.sebrae.com.br/cursosonline  ou siga o Sebrae em Rondônia nas redes sociais (@sebraero).

Fonte: Assessoria

Creme de café para tomar com leite ou água quente, potes de 500 ml.

Café cremosoCafé cremoso fitCappuccino e tradicional.
Tome no conforto de sua casa. Encomendas pelos telefones: 9 8429-5200 e 9 8494-1558 com Tácia ou Carlinhos.  Instagram: @deliciasgourmetdatacia
  



Unopar Guajará-Mirim
Para continuar a correr atrás do seu sonho, a Unopar ajuda você. Nossos alunos do EAD contam com transmissões via satélite com professores mestres ou doutores, para não perder nada. 
 Polo Guajará-Mirim:
Avenida XV de Novembro, 1922 - Em frente ao Ginásio Afonso Rodrigues
(69) 3541-5375
(69) 99357-8293

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem