Quase 200 indígenas de Guajará-Mirim estão infectados com o novo coronavírus e oito deles permanecem internados na Casa de Campanha da cidade. De acordo com a Saúde Indígena do município, 90% das aldeias já foram atingidas pelo Sars-Cov-2.

 Até a última segunda-feira (27), 194 indígenas estão com Covid-19 na região. Nenhum óbito foi registrado até o momento.

 A cidade concentra a maior população de indígenas do estado, com quase 6 mil espalhados em 56 aldeias.

 Outros 178 casos já foram descartados e nove são suspeitos.


Curva em ascensão

A Secretaria Estadual de Saúde (Sesau) de Rondônia confirmou, nesta terça-feira (28), 10 novas mortes em decorrência do novo coronavírus. Desde o início da pandemia, foram registrados 840 óbitos na região.

 O número de diagnósticos soma 36.849: são 701 infecções a mais que o total contabilizado até a noite de segunda-feira (27). Em contrapartida, 25.244 (69,8%) pessoas já estão recuperadas da doença em Rondônia.

 A capital continua sendo a cidade com maior número de infectados: são 20.906 diagnósticos da doença e 548 óbitos. Em seguida está Ariquemes com 2.483 casos confirmados, Guajará-Mirim com 2.148 e Vilhena com 1.264 diagnósticos.

 A Sesau também divulgou no boletim que há:

 415 pacientes internados no total;

119.528 testes realizados; e

715 casos suspeitos aguardando resultado no Lacen.

 

Fonte: G1

Creme de café para tomar com leite ou água quente, potes de 500 ml. Café cremosoCafé cremoso fitCappuccino e tradicional. Tome no conforto de sua casa. Encomendas pelos telefones: 9 8429-5200 e 9 8494-1558 com Tácia ou Carlinhos.  Instagram: @deliciasgourmetdatacia 


 Unopar Guajará-Mirim

Para continuar a correr atrás do seu sonho, a Unopar ajuda você. Nossos alunos do EAD contam com transmissões via satélite com professores mestres ou doutores, para não perder nada. 

Polo Guajará-Mirim:

Avenida XV de Novembro, 1922 - Em frente ao Ginásio Afonso Rodrigues

(69) 3541-5375

(69) 99357-8293


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem