O município de Guajará-Mirim/RO fechou o mês de abril com os primeiros casos do novo coronavírus, os números só aumentaram no decorrer do mês de maio. Houve cobrança dos munícipes para com o Poder Executivo, carreatas e até mesmo sair de casa sem a máscara está sujeito a multa.

A Prefeitura por meio do decreto nº 12.748 revogou a abertura do comércio local, bem como cultos e missas, publicando no dia 1º de maio novo decreto, e ficando permitido a abertura apenas de estabelecimentos comerciais considerados essenciais. Embora ainda nota-se que comércios estão com suas portas encostadas e atendendo internamente, não obedecendo o decreto e mesmo sujeito a multa ainda assim desrespeitam tanto as leis como o enfrentamento da Covid-19.
A moradora tomou a iniciativa
De acordo com a Vigilância Epidemiológica o último boletim diz que o município possui casos da Covid-19, sendo: 20 óbitos; 226 pacientes confirmados infectados; 261 casos descartados após teste, 65 pessoas aguardando resultado e deste montante 68 pacientes curados. Mas ainda assim a reportagem do jornal e site O Mamoré obteve informações de moradores que apresentaram sintomas da Covid-19, não chegando a passar mal e procurar Hospital ou Posto de saúde, se recuperaram em casa e são dados que não estão sendo computados nos índices apresentados pelo município. Há casos em que são óbvios, onde um morador foi contaminado pelo vírus, a Vigilância chegou até a acompanhar o paciente via telefone, em seguida outros moradores da mesma casa foram contaminados, porém esses não foram acompanhados. A exemplo disso são os próprios familiares dos pacientes de hemodiálise que viajam três vezes na semana para Porto Velho para realizar o tratamento e retornaram no mesmo dia, a maioria deles apresentaram resultado positivo para o coronavírus, alguns familiares foram contaminados e outros não apresentaram sintomas, no entanto há informações de que os familiares não foram assistidos pelo Poder Público. Aqueles que se sentiram mal ainda conseguiram realizar o teste rápido, já outros não.

Há moradores em Guajará-Mirim que tiveram que realizar o exame particular, para saber se estavam com a Covid-19 ou em alguns casos se estavam curados.

Algumas pessoas permanecem em casa, já outras com sintomas chegam a sair de casa, espalhando o vírus pelo município. Como se não bastasse, em plena pandemia ainda ocorreram festas (‘coronafest’), houve até um fato de homicídio registrado e o autor das facadas está foragido. Em outra situação drogas foram apreendidas durante uma ‘festinha’.  A Promotoria de Guajará-Mirim está sendo severa quanto a essas ações imprudentes e desrespeitando os decretos de enfrentamento a pandemia.

Fonte: O MAMORÉ

 Creme de café para tomar com leite ou água quente, potes de 500 ml.
Café cremosoCafé cremoso fitCappuccino e tradicional.
Tome no conforto de sua casa. Encomendas pelos telefones: 9 8429-5200 e 9 8494-1558 com Tácia ou Carlinhos.




Unopar Guajará-Mirim
Para continuar a correr atrás do seu sonho, a Unopar ajuda você. Nossos alunos do EAD contam com transmissões via satélite com professores mestres ou doutores, para não perder nada.
Polo Guajará-Mirim:
Avenida XV de Novembro, 1922 - Em frente ao Ginásio Afonso Rodrigues
(69) 3541-5375
(69) 99357-8293


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem