Coluna Reticências Políticas - Por Itamar Ferreira

 A Coluna Reticências Políticas fez uma análise dos dados das doze cidades com maior nível de infectados pelo coronavírus, considerando a proporção do número de habitantes; bem como sobre a aceleração do crescimento percentual da contaminação, de 1º a 9 de junho, quando o Rondônia atingiu 9.220 casos.

Os quatro municípios de Rondônia com situação mais grave de contaminação, considerando a proporção de infectados por 10 mil habitantes, são: 1º) São Miguel do Guaporé com 224 contaminados por cada 10 mil habitantes, 2º) Porto Velho com 110, 3º) Candeias do Jamari e Guajará-Mirim com 98 em cada uma. Destas quatro apenas Guajará não está em lockdown ou isolamento restritivo.

Porque Guajará-Mirim ficou fora do Decreto de lockdown ou isolamento restritivo? É inexplicável, considerando que a cidade tem uma proporção de infectados por 10 mil habitantes igual à de Candeias do Jamari e muito próximo do nível de contaminação de Porto Velho; também pelo elevado número de mortes ocorridas recentemente. Além disso, entre 1º e 9 de junho a taxa de crescimento da contaminação no município foi de 83,40%, superior à da Capital de 57,91%.

Outro aspecto relevante são os municípios com maior aceleração no ritmo de crescimento da contaminação entre 1º e 9 de junho: 1) Rolim de Moura com 263,64%, 2) Ouro Preto com 256,25%, 3) Candeias com 227,50%, 4) Vilhena 178,43%, e 5) São Miguel 162,76%. Sendo que Nova Mamoré, Jaru e Ji-paraná, também tiveram um crescimento elevado de 233,33%, 124,24% e 106,48% respectivamente.

Este nível de crescimento percentual de contaminação nestes oito municípios, muito acima da média do Estado que é de 78,27% no mesmo período, mostra que nestas cidades é preciso aumentar o nível das medidas de prevenção, especialmente o isolamento social e barreiras sanitárias. Em todo Estado a média é de 52 infectados por 10 mil habitantes, sendo que de 1º a 9 de junho o crescimento da contaminação foi de 78,27%.

MORTES
Uma análise dos dados referente aos óbitos mostra que cinco municípios concentram 89,02% das mortes ocorridas em todo Estado: Porto Velho com 184 ou 72,16% do total; Guajará-Mirim 28 ou 10,98%; Ariquemes 7 ou 2,75%; Candeias e Nova Mamoré com 4 mortes em cada uma ou 1,57% respectivamente.

* Itamar Ferreira é advogado.






Unopar Guajará-Mirim

Para continuar a correr atrás do seu sonho, a Unopar ajuda você. Nossos alunos do EAD contam com transmissões via satélite com professores mestres ou doutores, para não perder nada.

 

Polo Guajará-Mirim:

Avenida XV de Novembro, 1922 - Em frente ao Ginásio Afonso Rodrigues
(69) 3541-5375
(69) 99357-8293

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem