O hospital Bom Pastor encaminhou nota se manifestando sobre a denúncia da família da idosa Trindade Guale Echore, 76, que teria morrido sem assistência médica na madrugada de sexta-feira, 12. O hospital diz que é referência médica para mais de 50 aldeia de Rondônia e apoio o hospital regional em casos de média e baixa complexidade.
Também informa que está apurando o caso e que preza pelo atendimento humanizado, com qualidade e segurança a todos os pacientes. Rosana Aguillera, filha de dona Trindade, postou um vídeo nas redes sociais na sexta-feira denunciando o mau atendimento do hospital Bom Pastor.

Leia íntegra da nota encaminhada pela Comunicação do Hospital Bom Pastor:
“ A direção do Hospital Bom Pastor informa que todas as circunstâncias envolvendo o caso mencionado pela reportagem estão sendo apuradas. A unidade ressalta que preza pelo atendimento humanizado, com qualidade e segurança a todos os pacientes, apoiando a comunidade local e o Hospital Regional nos casos de baixa e média complexidades. O Bom Pastor presta atendimento gratuito pelo Sistema Único de Saúde, sendo referência médica para mais de 50 aldeias da região de Rondônia

 A direção do Hospital Bom Pastor se solidariza com a família e se mantém à disposição.
Att, Comunicação Hospital Bom Pastor “

Fonte: Expressaorondonia 

Creme de café para tomar com leite ou água quente, potes de 500 ml.
Café cremosoCafé cremoso fitCappuccino e tradicional.
Tome no conforto de sua casa. Encomendas pelos telefones: 9 8429-5200 e 9 8494-1558 com Tácia ou Carlinhos.




Unopar Guajará-Mirim

Para continuar a correr atrás do seu sonho, a Unopar ajuda você. Nossos alunos do EAD contam com transmissões via satélite com professores mestres ou doutores, para não perder nada.
 
 Polo Guajará-Mirim:
Avenida XV de Novembro, 1922 - Em frente ao Ginásio Afonso Rodrigues
(69) 3541-5375
(69) 99357-8293

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem