Após ser torturado, Alex de Lima Batista, de 27 anos, autor de 17 facadas desferidas no corpo de Jeferson Anderson Canoé dos Santos, de 33 anos, foi encontrado com os pés e mãos amarradas no meio da rua, sem vida, em Porto Velho/RO, durante a madrugada desta quinta-feira, 05.
Imagem recente de Alex tirada em Guajará-Mirim e divulgada nas redes sociais logo após o homicídio
Em uma propriedade localizada na estrada Linha Ramal Azeitona, Comara, zona rural do município de Guajará-Mirim/RO, durante o último dia 1º de maio, em plena pandemia, acontecia a comemoração dos 33 anos de Jeferson, no período da noite houve uma briga de um casal, o aniversariante apartou a briga do casal, que segundo informações o motivo da briga seria o auxílio emergencial. Após acalmar os ânimos do casal, Jeferson foi sentar e ali ficou, quando foi surpreendido por Alex que desferiu 17 facadas. A vítima bastante ensanguentada, foi socorrida por Bombeiros até o Pronto Atendimento do Hospital Regional Perpétuo Socorro, mas não resistiu e veio a óbito.

O autor das facadas fugiu, policiais militares realizaram o registro do Boletim de Ocorrências, no dia seguinte, sábado, 02, policiais civis do Serviço de Investigação, Vigilância e Captura (Sevic) passaram a investigar o fato, tiveram inclusive informações que o acusado Alex não fugiu em um carro de cor escura, conforme relatos de testemunha, na verdade há informações que ele dormia no mato, furtou roupas que estavam em um varal na zona rural, e logo cedo fugiu. Alex também foi visto ensaguentado por uma testemunha quando fugiu, a esposa do acusado disse aos policias que o mesmo teria fugido para Porto Velho, onde havia parentes. Amigos, familiares e policiais estavam na busca do acusado Alex, pelo bárbaro crime, onde Jeferson não conseguiu se defender. (Veja matéria: https://www.omamore.com.br/2020/05/aniversariante-leva-facada-ao-tentar.html)
As facadas contra Jeferson iniciaram pelas costas e ele não conseguiu se defender, segundo a Polícia 
Após 34 dias do homicídio, na madrugada desta quinta-feira, 04, o cadáver de um homem até então não identificado foi encontrado jogado com mãos e pés amarrados na Rua Santa Catarina com Benedito Inocêncio, bairro Socialista, zona Leste de Porto Velho. A Polícia Militar foi ao local após receber denúncia de populares sobre o corpo jogado na beira da rua e havia indícios de que o homem foi espancado até a morte em outro ponto e depois teve o corpo jogado no endereço. A vítima trajava camisa de cor preta e bermuda jeans, durante a Perícia Criminal foi encontrada uma porção de maconha no bolso da bermuda.
Alex era ex-presidiário
Por meio de agentes da Delegacia Especializada em Crimes Contra a Vida (DECCV) identificaram o homem como sendo Alex de Lima Batista, o mesmo acusado de desferir 17 facadas contra Jeferson. Ainda de acordo com a Polícia, Alex era ex-presidiário e não foi possível constatar se ele foi morto a pancadas ou por asfixia mecânica (estrangulamento). Por meio de relatório após, exames realizados no Instituto Médico Legal (IML), irão apontar as reais causas da morte.

Fonte: O MAMORÉ
Fotos: Redes sociais

Creme de café para tomar com leite ou água quente, potes de 500 ml.
Café cremosoCafé cremoso fitCappuccino e tradicional.
Tome no conforto de sua casa. Encomendas pelos telefones: 9 8429-5200 e 9 8494-1558 com Tácia ou Carlinhos.




Unopar Guajará-Mirim
Para continuar a correr atrás do seu sonho, a Unopar ajuda você. Nossos alunos do EAD contam com transmissões via satélite com professores mestres ou doutores, para não perder nada.
Polo Guajará-Mirim:
Avenida XV de Novembro, 1922 - Em frente ao Ginásio Afonso Rodrigues
(69) 3541-5375
(69) 99357-8293

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem