Carne em açougue, frigorífico

O Programa de Proteção, Orientação e Defesa do Consumidor (Procon-RO) anunciou nesta sexta-feira (15) que está monitorando os preços da carne bovina em frigoríficos, açougues e abatedouros de todo o estado. A medida foi tomada após órgão receber denúncias de consumidores sobre o preço abusivo da carne.

Até o momento, foram notificadas 41 empresas nos municípios de Guajará-Mirim, Porto Velho, Ariquemes, Ouro Preto do Oeste, Ji-Paraná, Rolim de Moura, Pimenta Bueno e Vilhena.

"Estamos fazendo uma notificação, não é uma autuação. Somente uma solicitação do Procon quanto ao preço praticado entre abril e maio, queremos entender se houve uma alteração ou aumento no preço inicial ou final da carne. Dessa maneira estão especulando de modo a querer a prejudicar o consumidor", informou o coordenador do Procon, Ihgor Jean Rego.

As empresas têm o prazo de 48 horas para entregar a documentação solicitada pelo Procon para que fique comprovado que não há aumentos abusivos nos preços.

Caso haja indícios de irregularidades na documentação, um processo administrativo poderá ser instaurado. Se for comprovada alguma alteração de preço ou outras medidas administrativas previstas no Código de Defesa do Consumidor (CDC), a empresa será autuada pelo órgão.

A equipe de fiscalização do Procon orienta que a população faça denúncias de qualquer irregularidade pelo Disque Procon 151, por meio do WhatsApp no (69) 9 8491-2986 ou através da página no Facebook Procon Rondônia.
Fonte: G1

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem