Os alimentos estavam sendo transportados para a cidade de Guayaramerín - Bolívia
Durante patrulhamento fluvial na zona rural do município de Guajará-Mirim/RO, uma equipe composta por militares do Exército Brasileiro (6º Batalhão de Infantaria de Selva) e Polícia Federal (PF) depararam com uma embarcação cheia de alimentos, na altura do Rio Pacaás.

De acordo com informações da assessoria de comunicação social do 6º BIS, o patrulhamento fluvial em ações de enfrentamento a Covid-19, com o controle preventivo ao acesso à fronteira com a Bolívia, ocorria na tarde desta terça-feira, 21, no encontrado das águas do Rio Mamoré e Pacaás quando foi avistada uma embarcação. Dois homens e uma mulher, de nacionalidade boliviana ocupavam a embarcação que estava carregando cerca de 1.400 kg de frangos. A travessia ilegal, caracterizou o crime de descaminho, após os alimentos apreendidos e a embarcação, foram encaminhados ao prédio da Inspetoria da Receita Federal, em Guajará-Mirim.
Alimentos e embarcação foram apreendidos e entregues a Receita Federal
Os bolivianos foram interrogados e posteriormente agentes da PF deportaram o trio para Guayaramerín-Beni/Bolívia, sendo entregues à Armada Boliviana.

O 6º BIS e seus integrantes enaltecem sua solidariedade com a sociedade guajaramirense e reafirma seu compromisso de somar esforços no enfrentamento a pandemia que assola a nação.

Fonte: O MAMORÉ




 Entre em contato com Luís Paulo, coordenador no Estado de Rondônia (69) 9 9956-1515 e obtenha mais informações.


Unopar Guajará-Mirim
Para continuar a correr atrás do seu sonho, a Unopar ajuda você. Nossos alunos do EAD contam com transmissões via satélite com professores mestres ou doutores, para não perder nada.
Unopar Guajará-Mirim
Para continuar a correr atrás do seu sonho, a Unopar ajuda você. Nossos alunos do EAD contam com transmissões via satélite com professores mestres ou doutores, para não perder nada.



Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem