Durante o último sábado (21), a Secretaria Municipal de Saúde de Nova Mamoré (RO), recebeu a suspeita de dois casos de coronavírus na cidade. As duas pessoas já fizeram exames e estão isoladas.

Segundo o secretário de Saúde do município, Rafael Ripke, as pacientes chegaram recentemente do Peru e apresentaram sintomas sugestivos a Covid-19.

Coronavírus (Covid-19) 
"Assim que chegaram do exterior, eles já começaram a sentir os sintomas e ficaram em quarentena. Entraram em contato com a secretaria e nós orientamos o que iria ser feito", destacou.

Na manhã de sábado, segundo o secretário, uma equipe da Vigilância Sanitária foi até a residência das pacientes.

"A equipe avaliou e constatou que eles realmente apresentavam sintomas similares ao coronavírus. Imediatamente foi coletado material e no sábado mesmo foi enviado para o Lacen", frisou o secretário.

Enquanto aguarda o resultado dos exames, o município de Nova Mamoré também tem alertado aos moradores para que permaneçam em casa. Durante a noite de sábado, autoridades sanitárias e militares percorreram ruas da cidade fazendo o alerta para a população, para que evitassem sair de casa.

Os casos estão inclusos no boletim sobre a doença divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde (Sesau). 

Onde tirar dúvidas?
O governo de Rondônia tem dois números de CIEVS para ajudar e orientar moradores quanto aos sintomas e procedimentos para exames do coronavírus. Os telefones são 0800 642 5398 e 0800647 1010.

Fique em casa
As autoridades pedem que, durante a validade do decreto, os moradores permaneçam em casa e não circulem pelas ruas sem necessidade. Quando precisar sair para fazer compras, por exemplo, Fernando Máximo, secretário de saúde, dá uma sugestão.

"Ao invés de ir a família toda no mercado, vai apenas uma pessoa fazer as compras. Não leve seus filhos no parquinho. É para todos ficarem em casa, isolados", aconselha o secretário.

Fonte: G1

  Entre em contato com Luís Paulo, coordenador no Estado de Rondônia (69) 9 9956-1515 e obtenha mais informações.



Unopar Guajará-Mirim
O Agrônomo pode trabalhar com ciência do solo e da água economia, engenharia e extensão rural, produção animal e vegetal, empresas alimentícias, indústrias de sementes, grandes propriedades rurais, equipamentos e adubos, além de poder atuar com ensino e pesquisas.

Polo Guajará-Mirim:
Avenida XV de Novembro, 1922 - Em frente ao Ginásio Afonso Rodrigues
(69) 3541-5375
(69) 99357-8293

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem