O fato ocorreu dentro do prédio abandonado da Biblioteca do município
Um homem de 37 anos foi socorrido por uma equipe do Corpo de Bombeiros, estava ensanguentado e acusou sua amásia de agredi-lo, nas dependências do prédio da Biblioteca Municipal de Guajará-Mirim/RO, na noite deste domingo, 08.

De acordo com o Boletim de Ocorrência registrado pela Polícia Militar, o homem encontrava-se no prédio abandonado onde funcionou a Biblioteca Municipal, com ele esta a sua companheira Karmem M. E., de 27 anos. Ele disse aos policiais que estava consumindo substância entorpecente, quando sua amásia pediu para também usar, ele se negou, pois ela também possuía a mesma porção e consumiu rápido. A mulher não gostou da negativa e com um pedaço de madeira desferiu golpes contra o homem, que correu pedindo socorro. A agressão, causou lesões na cabeça e sangrava quando foi encontrado pelos policiais militares e bombeiros. Após receber atendimento no Hospital Regional Perpétuo Socorro, a vítima foi liberada.

A mulher, bastante exaltada, foi detida e conduzida a Delegacia de Polícia Civil, onde informou aos policiais que o motivo da agressão deve-se ao amásio ser bastante ciumento e apenas se defendeu.
Fonte: O MAMORÉ



 Entre em contato com Luís Paulo, coordenador no Estado de Rondônia (69) 9 9956-1515 e obtenha mais informações.


Unopar Guajará-Mirim
O Agrônomo pode trabalhar com ciência do solo e da água economia, engenharia e extensão rural, produção animal e vegetal, empresas alimentícias, indústrias de sementes, grandes propriedades rurais, equipamentos e adubos, além de poder atuar com ensino e pesquisas.

Polo Guajará-Mirim:
Avenida XV de Novembro, 1922 - Em frente ao Ginásio Afonso Rodrigues
(69) 3541-5375
(69) 99357-8293

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem