A Agência Estadual de Vigilância em Saúde de Rondônia (Agevisa) reforça a necessidade dos moradores de Rondônia permanecerem em seus lares e evitar o risco de propagação do coronavírus (Covid-19).
A recomendação é que a população fique em casa
Segundo a diretora geral da Agevisa, Ana Flora Gerhdat, não se trata de causar temor à população, mas contribuir com medidas de saúde neste momento de fragilidade em que toda a população enfrenta.

“É necessário que os moradores fiquem em seus lares para evitar a superlotação das unidades básicas de saúde ou pronto atendimento e, dessa forma, estarem ainda mais expostos”, orienta Ana Flora.

Permanecer em suas residências é também conhecido entre os profissionais de saúde, como isolamento social, medida preventiva, conforme o Ministério da Saúde (MS), para colaborar com que as pessoas se mantenham saudáveis e reduzir o risco de contato com o vírus. Por isso, a orientação também serve para as pessoas que decidem viajar, até mesmo para sítios ou pequenas comunidades. “O ideal é evitar qualquer tipo de exposição e aglomerados”, reforça a diretora.

Arlete Baldez, gerente técnica de Vigilância Epidemiológica da Agevisa, informa que ao perceber os sintomas (leves ou moderados) que indiquem para coronavírus, a primeira medida que a pessoa deve adotar é entrar em contato telefônico com o Disk Coronavírus de seu município, narrar os sintomas e solicitar informações sobre como proceder.

“Esse primeiro relato pode ser feito Disk Coronavírus local e um técnico habilitado repassará as orientações necessárias”, enfatiza Arlete Baldez.


SINTOMAS
 Sintomas leves: coriza, tosse, espirro, dor no corpo, sem febre.
Sintomas moderados: coriza, tosse, espirro, dor no corpo e febre.
Sintoma Grave: sintomas respiratórios mais acentuados (falta de ar), febre (= ou > 37,5 graus) e prostração.

Sintomas leves e moderados deverão ficar em casa e acionar o disque coronavírus de seu município. Somente pessoas que apresentarem sintomas graves devem procurar Unidades Básicas de Saúde, as equipes de saúde realizarão triagem adequada e encaminhamento ao hospital.


DECRETO
O governo de Rondônia emitiu, no dia 16 de março, o decreto 24871/20 que prevê uma série de recomendações visando principalmente que a população evite participar de reuniões ou aglomerados de pessoas, o decreto é uma medida de caráter preventivo do Executivo Estadual.
Fonte: Sevom - Governo/RO


 Entre em contato com Luís Paulo, coordenador no Estado de Rondônia (69) 9 9956-1515 e obtenha mais informações.

Unopar Guajará-Mirim

O Agrônomo pode trabalhar com ciência do solo e da água economia, engenharia e extensão rural, produção animal e vegetal, empresas alimentícias, indústrias de sementes, grandes propriedades rurais, equipamentos e adubos, além de poder atuar com ensino e pesquisas.

Polo Guajará-Mirim:
Avenida XV de Novembro, 1922 - Em frente ao Ginásio Afonso Rodrigues
(69) 3541-5375
(69) 99357-8293


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem