Por Fábio Marques
O Jornal Nacional levado ao ar na noite da última quarta-feira acabou por transformar o jornalista do programa, William Bonner, em ícone e pop-star dos telejornais no Brasil. Neste dia que ficará para a história, o valente editor-chefe e âncora deste veículo de mídia enquadrou o presidente da República, Messias Bolsonaro por conta da inconsequência de seu discurso diante do caos social gerado pela ameaça da doença Corona-Vírus no dia anterior.
##########
Na ocasião, Bolsonaro ignorou as medidas dos órgãos de saúde de todo o planeta, condenou decretos baixados pelos governos dos Estados dizendo que tais sanções poderiam colocar em colapso a economia do país e, citando-se como exemplo, advogou que pessoas que possuem histórico de atleta, estariam imunes ao vírus.
##########
William Bonner iniciou a matéria acusando Bolsonaro de não respeitar a ciência, de contrariar os conselhos dos médicos e de não estar sabendo o que fazer para ajudar o país a sair deste estado de neurose coletiva.
##########
Depois a focagem da notícia esteve pautada nas falas dos chefes de governos em seus Estados. Unânimes, todos disseram que a prioridade em suas regiões está sendo procurar resguardar a vida das pessoas e em segundo plano se preocupar com a economia.
##########
A cada intervalo do telejornal, apareciam imagens de ruas vazias nas principais cidades do mundo.
##########
O Jornal Nacional também colocou na vitrine de notícias um cenário da doença em todo o planeta e os efeitos nefastos da moléstia para revelar -sem revelar- que Bolsonaro é um ignorante.
##########
A cada módulo do programa, item por item o discurso de Mister Bolsonaro pareciam ruírem aos escombros. Economistas de renome como Mendonça de Barros, Armínio Fraga, Gustavo Krause, Maílson da Nóbrega e outros foram ouvidos. Todos mostraram soluções para o problema da encrenca econômica e propostas para garantir renda digna para aqueles que vão ser obrigados a ficarem em casa, ao contrario de Bolsonaro que não tem proposta nenhuma.
##########
O Conselho Nacional de Saúde considerou o discurso de Bolsonaro uma alopração sem tamanho.
##########
Atletas que ganharam medalhas em olimpíadas mundiais pediram alerta frente à doença. O melhor jogador de futebol do mundo, Leonardo Messi, aconselhou a todos que ficassem em casa.
#########
No final da edição, William Bonner virou-se para a copiloto do programa, Renata Vasconcelos e perguntou: - Tá cansada Renata? – Sim. E acredito que tá todo mundo cansado desta história de Corona-Vírus, não é mesmo? – Respondeu Renata.
#########
Do ponto de vista da sociologia, o Jornal Nacional de quarta-feira foi um programa didático. Para arquivar nos anais da história. De forma elegante e coerente a Rede Globo destruiu o monstro que ajudou a construir. O telejornal dedicou nada mais nada menos do que uma hora e trinta minutos de porrada no Palácio do Planalto. A posição grotesca do presidente do Brasil em relação a esta ameaça teve o efeito de um tiro pela culatra. Em todas as capitais houveram protestos e panelaços contra aquilo que acharam como absurdo e atraso no processo de construção politica do Estado Social de Direito.
* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Mamoré não tem responsabilidade legal pela "opinião", que é exclusiva do autor.


  Entre em contato com Luís Paulo, coordenador no Estado de Rondônia (69) 9 9956-1515 e obtenha mais informações.


Unopar Guajará-Mirim
Para continuar a correr atrás do seu sonho, a Unopar ajuda você. Nossos alunos do EAD contam com transmissões via satélite com professores mestres ou doutores, para não perder nada.
 Polo Guajará-Mirim:
Avenida XV de Novembro, 1922 - Em frente ao Ginásio Afonso Rodrigues
(69) 3541-5375
(69) 99357-8293



Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem