Um casal foi conduzido a Delegacia de Polícia após ser flagrado comercializando substância entorpecente no bairro Jardim Esmeralda (Jardim das Esmeraldas), no município de Guajará-Mirim/RO, pela equipe do Serviço de Investigação, Vigilância e Captura (Sevic), da Polícia Civil, durante Operação Hórus.
Além da droga apreendida também foram recolhidos da casa a quantia de R$ 208,90
A casa situada a Avenida Toufic Melhem Bouchabki, 5381, onde reside Weverton Miranda Lima, de 29 anos, vulgo “Kevinho”, e sua esposa Jennifer Santos de Oliveira, de 24 anos, funcionava como comercialização de tráfico de drogas a “céu aberto”, sendo foi observada na manhã desta quarta-feira, 12. Viciados se aproximavam para adquirir drogas, notando que “kevinho” e sua esposa reversavam a venda, além de “olheiros” espalhados pela via pública para noticiar caso a Polícia aparecesse. Devido a eletricistas a serviço da empresa Energisa estarem verificando o relógio daquela residência, impediu que “clientes” se aproximassem para adquirir entorpecente, não sendo possível efetuar o flagrante.
Ainda no mesmo dia, os agentes retornaram por volta de 19h, de campana conseguiram visualizar a comercialização, flagrando duas adolescentes, uma de 13 anos e a outra de 16 anos de idade, adquirindo porção de maconha. Após interrogar as adolescentes, foram informados que foi paga a quantia de R$ 5,00 pela porção.
As 06 porções jogadas no vaso por "Kevinho"
Para chegar até a casa, os policiais seguiram a pé, momento que foram vistos e informado “Kevinho”, que correu e de suas vestes se desfazer de 06 trouxinhas de cocaína em um vaso sanitário, quando ele ia puxar a corda da descarga um policial impediu. Jennifer confessou aos policiais que também comercializava a droga, tendo porções de R$ 8,00 e R$ 10,00. Na mesa da cozinha, foi encontrada uma balança de precisão em uso, com duas porções de maconha e uma de cocaína, além de uma trouxinha já confeccionada, os sacos plásticos usados para embalar as substâncias entorpecentes foram também apreendidos. A mulher confessou que havia objetos na casa que foram obtidos por escambo (troca de por droga), já o proprietário disse que comercializava droga porque há muita dívida a pagar.
Após ser preso o casal e conduzido a Delegacia de Polícia juntamente com drogas e materiais apreendidos, “Kevinho” declarou aos policiais que é deficiente físico de uma perna, mas quando os policiais se aproximavam de sua casa ele conseguiu correr. O casal foi autuado em flagrante por trafico, e ele ainda responderá por corrupção de menores, ambos foram encaminhados aos presídios e aguardarão a audiência de custódia.
Fonte: O MAMORÉ



Unopar Guajará-Mirim
O Agrônomo pode trabalhar com ciência do solo e da água economia, engenharia e extensão rural, produção animal e vegetal, empresas alimentícias, indústrias de sementes, grandes propriedades rurais, equipamentos e adubos, além de poder atuar com ensino e pesquisas.

Polo Guajará-Mirim:
Avenida XV de Novembro, 1922 - Em frente ao Ginásio Afonso Rodrigues
(69) 3541-5375
(69) 99357-8293

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem