Após um ano, os prédios da Casa de Trânsito do Índio e Fundação Nacional do Índio (Funai) foram reformados em Guajará-Mirim (RO), município a pouco mais de 330 quilômetros de Porto Velho. O investimento total foi de R$ 1.139.389,00.
Fundação Nacional do Índio (Funai), em Guajará-Mirim


 A reforma em ambos os prédios teve início em fevereiro de 2019 e foi concluída na última semana. A Casa do Índio recebe indígenas de Guajará e Nova Mamoré.

Foram construídos banheiros, lavanderias e estacionamento, além de um muro para contenção da água do rio. Uma rampa também foi feita para facilitar a chegada e saída das embarcações.

Segundo o diretor da Funai em Guajará-Mirim, João Soares, a reforma e ampliação do espaço proporciona melhor acomodação aos indígenas. "Eles terão uma acomodação melhor, um conforto e segurança. Até porque o espaço já estava pequeno, devido ao número de indígenas que aumentou nos últimos anos", disse.
Fundação Nacional do Índio (Funai), em Guajará-Mirim. 
 A Casa de Trânsito do Índio, na beira do Rio Mamoré, também contará com segurança 24 horas e uma equipe será contratada para fazer a limpeza e higienização do espaço.

"É um porto oficial e, infelizmente, o contrabando é comum nessa região. Nós precisamos ter um controle legal e proteger os indígenas. Por isso a contratação de uma empresa de segurança. Além disso, nós precisamos zelar pelo espaço e manter o local limpo”, acrescentou.

Outro prédio que também foi reformado foi o da sede da Funai, que fica em frente ao Museu Municipal. Além de pintura e melhorias internas, as laterais do prédio foram ampliadas para guardar os veículos usados pela fundação.

Em Rondônia, a região de fronteira concentra a maior população indígena do Estado. Cerca de 6 mil índios de 25 etnias recebem atendimentos em Guajará-Mirim.



Fonte: G1

Unopar Guajará-Mirim
O Agrônomo pode trabalhar com ciência do solo e da água economia, engenharia e extensão rural, produção animal e vegetal, empresas alimentícias, indústrias de sementes, grandes propriedades rurais, equipamentos e adubos, além de poder atuar com ensino e pesquisas.

Polo Guajará-Mirim:
Avenida XV de Novembro, 1922 - Em frente ao Ginásio Afonso Rodrigues
(69) 3541-5375
(69) 99357-8293

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem