Um homem de 46 anos foi preso na sexta-feira (21) por transportar madeira ilegal em Guajará-Mirim (RO). Aos policiais, ele disse que comprou a madeira serrada por R$ 2 mil em uma terra indígena.
Madeira é apreendida em veículo, em Guajará 
Segundo informações do boletim de ocorrência, a Polícia Militar Ambiental (PMA) recebeu uma denúncia anônima sobre um caminhão com madeira serrada, estacionado na avenida Donaldo Pereira do Patrocínio, no bairro Jardim das Esmeraldas.

Ao se deslocarem até o local, os policiais encontraram o veículo estacionado na garagem de uma casa. Questionado, o morador disse que o veículo era de outro homem e o mesmo não se encontrava ali. Em seguida, contou onde os policiais poderiam encontrá-lo.

Ao chegarem na casa indicada, o suspeito confirmou que o veículo com a madeira serrada era sua. Ele disse ainda ter retirado a madeira da Terra Indígena Lages e comprou a carga por R$ 2 mil. Ainda segundo o homem, o pagamento para o indígena seria feito em móveis e dinheiro.

O suspeito informou ainda que levou a madeira para Guajará-Mirim na quinta-feira (20), mas que como não havia espaço em sua casa, pediu ao vizinho para guardá-la em sua garagem.

O homem recebeu voz de prisão por transportar 4,43 m³ de madeira ilegal. Ele e o veículo foram conduzidos à Delegacia de Polícia Civil.



Fonte: G1




Unopar Guajará-Mirim
O Agrônomo pode trabalhar com ciência do solo e da água economia, engenharia e extensão rural, produção animal e vegetal, empresas alimentícias, indústrias de sementes, grandes propriedades rurais, equipamentos e adubos, além de poder atuar com ensino e pesquisas.

Polo Guajará-Mirim:
Avenida XV de Novembro, 1922 - Em frente ao Ginásio Afonso Rodrigues
(69) 3541-5375
(69) 99357-8293

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem