Funcionários da empresa Energisa foram acusados de violar o portão que dá acesso e invadir residência situada a Avenida Firmo de Matos, bairro Tamandaré, nesta quinta-feira, 06. O fato foi denunciado por um dos filhos do casal de idosos, ausente do município de Guajará-Mirim/RO por motivos de saúde.
Nesta sexta-feira, 07, o autônomo de 42 anos, filho do casal, buscou a Delegacia de Polícia Civil para denunciar que funcionários identificados da empresa Energisa, compareceram a residência de seus pais por volta de 09h, desta quinta-feira, ele foi chamado e sem apresentar qualquer documento, disseram que iriam realizar uma fiscalização e pediram a chave do cadeado, o filho explicou aos funcionários que os pais estariam viajando e por isso não possuía a chave do cadeado, tão pouco teria acesso ao quarto e chave do padrão de energia elétrica da casa. Os funcionários então disseram que estava tudo bem.  O filho disse que se afastou do local, após alguns minutos foi chamado pelos próprios funcionários da empresa que já estavam dentro da casa, com o cadeado cortado por um tesourão, e sem a autorização dos proprietários. O comunicante indignado com a ação dos funcionários e ainda o constrangimento devido um aglomerado de pessoas que se fizeram ao redor, buscou a Delegacia, pois durante a ação, segundo ele, a sua irmã acionou a Polícia Militar que advertiu os funcionários e aconselhou o filho a registrar uma ocorrência policial. Diante da situação, o filho pede providências que o caso requer.
Fonte: O MAMORÉ

Unopar Guajará-Mirim

O Agrônomo pode trabalhar com ciência do solo e da água economia, engenharia e extensão rural, produção animal e vegetal, empresas alimentícias, indústrias de sementes, grandes propriedades rurais, equipamentos e adubos, além de poder atuar com ensino e pesquisas.


Polo Guajará-Mirim:

Avenida XV de Novembro, 1922 - Em frente ao Ginásio Afonso Rodrigues

(69) 3541-5375

(69) 99357-8293


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem