O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO), Campus Guajará-Mirim, realizou o Encontro Pedagógico 2020/1: “Inovação e Inclusão na escola”, nos dias 3 e 4 de fevereiro.
A formação continuada dos professores iniciou com a saudação de boas-vindas ao semestre letivo pela Diretora-Geral do Campus Guajará-Mirim, Elaine Oliveira Costa de Carvalho, e pela Diretora de Ensino, Cícera Alexsandra Costa dos Santos.
No dia 03/02, o tema foi “A aprendizagem centrada no estudante”, com apresentação de práticas de metodologias ativas. O mediador foi o professor do Campus Porto Velho Calama, Antônio dos Santos Júnior. E no dia 04/02, o debate envolveu “A educação inclusiva na escola” e o “Programa de educação emocional do IFRO”, com mediação da Coordenadora de Educação Inclusiva da Pró-Reitoria de Ensino (CEI/PROEN/IFRO), Claudete Marques das Neves.
As atividades reuniram os servidores no miniauditório do Campus Guajará-Mirim. Para a professora Marcela dos Santos Lima os temas discutidos ofertaram aos participantes a oportunidade de vivenciar a capacitação em diferentes assuntos relacionados à educação. “Como membro do projeto no Campus Guajará-Mirim, foi uma oportunidade ímpar para pensar nos novos desafios e construção de estratégias para diferentes questões que enfrentamos cotidianamente no ambiente escolar, sendo este também um ambiente social, avaliou a docente, mostrando que o evento também trouxe esclarecimentos sobre o Programa de Educação Emocional implantado pelo IFRO. 
“A formação sobre as metodologias ativas proporcionou reflexões acerca do processo de ensino-aprendizagem. Permitiu-nos, ainda, repensar o ato pedagógico e centrar a aprendizagem nos aprendizes, exigindo do professor a reconsideração das práticas pedagógicas em detrimento aos modos tradicionais de ensino. Desse modo, foi possível inserir atividades baseadas nas metodologias ativas já nas primeiras aulas e tornar a retomada do ano letivo mais dinâmico”, destacou o professor Wesley Borges Costa.  

Fonte: Assessoria IFRO
Unopar Guajará-Mirim
O Agrônomo pode trabalhar com ciência do solo e da água economia, engenharia e extensão rural, produção animal e vegetal, empresas alimentícias, indústrias de sementes, grandes propriedades rurais, equipamentos e adubos, além de poder atuar com ensino e pesquisas.

Polo Guajará-Mirim:
Avenida XV de Novembro, 1922 - Em frente ao Ginásio Afonso Rodrigues
(69) 3541-5375
(69) 99357-8293

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem