O IFRO (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia), Campus Guajará-Mirim, teve representantes em visita gerencial à Reserva Extrativista (RESEX) Estadual Rio Pacaás Novos, que ocorreu durante os dias 27 e 30 de janeiro. A organização foi do Departamento de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação (DEPESP) do Campus Guajará-Mirim com objetivo de conhecer a realidade da comunidade residente, seus arranjos e biodiversidade da RESEX, prospectando futuras ações no âmbito do ensino, pesquisa e extensão a serem promovidas pelo IFRO em parceria com a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (SEDAM/RO).
Foram visitadas pelo menos sete famílias residentes no local e coletados dados de GPS, do arranjo produtivo local e acesso a serviços de educação e saúde. Além disso, foi possível conhecer as instalações das bases de apoio da SEDAM no início da RESEX e também da comunidade Margarida. 
A expedição foi autorizada e coordenada pelo órgão gestor da RESEX Pacaás Novos, SEDAM/RO, contando com apoio técnico e logístico de Celson Franco Damasceno (Engenheiro Ambiental), Austério Malaquias da Silva (Técnico Adminstrativo e Gestor do Recurso da unidade, programa ARPA) e Luciano dos Santos Pereira (Assessor Ambiental). Representando o IFRO Campus Guajará-Mirim foram os professores Marcos Barros Luiz (Professor EBTT/Bioquímica e DEPESP), Valber Lemes Zacarkim (Professor EBTT/Informática e Coordenador do Curso Técnico em Informática) e Wesley Borges Costa (Professor EBTT/Geografia).
Os organizadores explicam que nesta ação o IFRO fez o reconhecimento dos arranjos sociais de sua área de abrangência, além de manter a constante busca por parcerias para o desenvolvimento de ações de ensino, pesquisa e extensão que visem transformar, desenvolver e fortalecer as comunidades.
Segundo o Coordenador de Pesquisa do Campus Guajará-Mirim, Marcos Barros, a visita gerencial à Reserva Extrativista Estadual Rio Pacaás Novos foi de extrema relevância para o reconhecimento da comunidade residente neste local, seus arranjos e biodiversidade, e possibilitará ações no âmbito do ensino, pesquisa e extensão, a serem promovidas pelo IFRO e SEDAM/RO.
Agora o DEPESP, em conjunto o Departamento de Extensão e Direção de Ensino, irá incentivar projetos integrados de Ensino, Pesquisa e Extensão que busquem soluções inovadoras para as demandas e necessidades da comunidade local. Nesse projeto poderão participar professores, técnicos, alunos e colaboradores do IFRO Campus Guajará-Mirim.

Fonte: Assessoria IFRO
Unopar Guajará-Mirim
O Agrônomo pode trabalhar com ciência do solo e da água economia, engenharia e extensão rural, produção animal e vegetal, empresas alimentícias, indústrias de sementes, grandes propriedades rurais, equipamentos e adubos, além de poder atuar com ensino e pesquisas.

Polo Guajará-Mirim:
Avenida XV de Novembro, 1922 - Em frente ao Ginásio Afonso Rodrigues
(69) 3541-5375
(69) 99357-8293

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem