O governo federal negou a abertura de dois portos internacionais solicitados por um empresário de Rondônia nos municípios de Costa Marques e Guajará-Mirim, que poderiam ser uma fonte de geração de empregos para essas duas cidades que fazem fronteira com a Bolívia.
As margens do Rio Mamoré, o porto seria construído no bairro Triângulo
Ofício encaminhado pelo Ministério de Infraestrutura, justifica a negativa afirmando que “o Estado de Rondônia já é atendido por um porto público federal, o Porto Organizado de Porto Velho, e que os instrumentos de planejamento do setor portuário, a nível federal, não contemplam a instalação de um novo porto no Estado de Rondônia”.

Fonte: Painel Político

Unopar Guajará-Mirim
O Agrônomo pode trabalhar com ciência do solo e da água economia, engenharia e extensão rural, produção animal e vegetal, empresas alimentícias, indústrias de sementes, grandes propriedades rurais, equipamentos e adubos, além de poder atuar com ensino e pesquisas.

Polo Guajará-Mirim:
Avenida XV de Novembro, 1922 - Em frente ao Ginásio Afonso Rodrigues
(69) 3541-5375
(69) 99357-8293


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem