Por Fábio Marques
Está indo por água abaixo o projeto dos técnicos de marketing da prefeitura de levantar o moral da imagem do senhor Cícero Alves através do programa Café com o Prefeito que exibem na Internet. A previsão de que este “engenho” político poderia resultar numa virada de mesa quanto a situação do ibope do prefeito acabou findando num tiro pela culatra. Basta que qualquer um acesse o programa no Facebook e dê uma olhada nas postagens daqueles que opinam para comprovar o quanto este sujeito vai de mal a pior no conceito dos cidadãos que ali registram seus palpites.
##########
Fontes mais que seguras atestam que é unânime a rejeição do funcionalismo da prefeitura, inclusos aí até gente do alto escalão, a este prefeito. Caso venha mesmo sair a reeleição, seu índice de votação entres estes agentes públicos é quase zero. De acordo com os informes, o prefeito é persona non grata entre os empregados do Palácio Pérola. Ninguém suporta seus pitis nervosos, xiliques, falta de traquejo humano ao lidar com as pessoas e sua chatice xaropal. Como está explícito no início do tópico, as fontes são mais que confiáveis.
##########
2020 é ano de eleição municipal. Dizem que o eleitor tem memória curta, portanto não custa nada refrescar amargas lembranças. Os cidadãos de bem, aqueles que trabalham de forma honesta, que são obrigados a pagarem os impostos mais caros do mundo, que procuram educar seus filhos com princípios de honradez, dignidade e caráter, foram apanhados de surpresa no ano passado com a notícia de que o prefeito aumentou o IPTU de suas humildes cabanas.
##########
Muitas pessoas estão se sentindo otárias por terem votado neste sujeito. Outras hoje estão tomando remédios para depressão para poderem acordar, trabalhar, olhar para seus filhos e ter que dizer que esta é a cidade que têm que suportar, mas que um dia as coisas irão melhorar e os culpados vão ser punidos. Lógico que estão mentido para eles mesmos, mas fazer o quê se conforta-lhes a consciência?
##########
A construção de uma muralha que bloqueia o acesso dos ribeirinhos e povos das florestas ao local que usavam para as operações de embarque e descargas de produtos oriundos de suas criações e plantações acabou causando um enorme prejuízo tanto para estes usuários como para suas famílias que hoje estão à mercê da própria sorte. Desde à época do Eldorado da borracha, há mais de 60 anos, que estas pessoas utilizam esta área portuária. O clima de revolta com a agência que se antepôs à razão da causa social e se revestiu do direito ao arbítrio rasgando a Constituição e barrando o livre trânsito dos cidadãos, levaram estas pessoas a procurar socorro junto à Câmara Municipal e ao MP.
##########
Estou lançando meu nome como pré-candidato a vereador nas eleições de 2020. Quero ser vereador não somente para fiscalizar os atos do Poder Executivo e as coisas erradas que ocorrem na Administração Pública, mas também para contribuir com propostas e idéias que considero pontuais para a geração de emprego e renda na cidade. Não pretendo fazer discursos vazios e repletos de teses fantasiosas. Em meus discursos falarei do nosso presente buscando projetar o futuro. Nos próximos artigos entrarei em detalhes sobre minhas propostas de campanha. Espero contar com o apoio maciço do público leitor da Coluna. Abraços!
* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Mamoré não tem responsabilidade legal pela "opinião", que é exclusiva do autor.
Unopar Guajará-Mirim

O Agrônomo pode trabalhar com ciência do solo e da água economia, engenharia e extensão rural, produção animal e vegetal, empresas alimentícias, indústrias de sementes, grandes propriedades rurais, equipamentos e adubos, além de poder atuar com ensino e pesquisas.

Polo Guajará-Mirim:
Avenida XV de Novembro, 1922 - Em frente ao Ginásio Afonso Rodrigues
(69) 3541-5375
(69) 99357-8293



Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem