Dois apenados, da Casa de Detenção Masculina de Guajará-Mirim/RO, registraram Boletim de Ocorrência contra seus próprios colegas de cela, por agressão corporal. Apenas nesta semana foram registradas duas ocorrências de agressões.
Na segunda-feira, 13, o apenado de 38 anos, acompanhado de policiais penais, o mesmo delatou que havia dado entrada no presídio há cerca de cinco dias, pela prática do crime da Lei Maria da Penha, o apenado por alcunha de “Bigo”, passou a lhe agredir com chutes, murros, tapas e com um cabo de vassoura. Apresentando lesões nas costas, tórax e ombro direito, o apenado disse estar sentindo muitas dores no corpo, não denunciou antes porque foi ameaçado de ser furado dentro da cela, caso contasse. A vítima pede providências da autoridade policial. A delegada encarregada do caso solicitou o exame de corpo de delito para constatar as lesões, caso confirme determinou a Cartório que instaure Termo Circunstanciado em desfavor do acusado e caso a vítima deseje, a representação do mesmo a Justiça.
Outro apenado escoltado de policiais penais também denunciou o apenado Adalto N., da mesma cela por tê-lo agredido, juntamente com outros presos, com uma sanduicheira. A vítima disse que foi atingido por trás, e o objeto arremessado a sua cabeça, causando hematoma. O fato foi comunicado por meio de Boletim de Ocorrência.
Fonte: O MAMORÉ



Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem