3 de dezembro de 2019

Show de prêmios: Vencedores de bingo não recebem premiação e organizador desaparece

Vencedores afirmam que foram enganados e o organizador fugiu.
Show de prêmios: Vencedores de bingo não recebem premiação e organizador desaparece

Os relatos dos vencedores no sorteio denominado “Show de prêmios da solidariedade” ocorrido no último domingo, 01, na Praça Mário Correia, no centro de Guajará-Mirim/RO, são de que foram enganados e o organizador fugiu.
O primeiro registro de ocorrência ocorreu na manhã desta segunda-feira, 02, pelo gerente de uma concessionária que denunciou a falsa compra de duas motocicletas, pela pessoa de Ricardo Nelson Ribeiro, de 36 anos, negociando a compra de uma modelo Biz, cor branca, valor de R$ 9.460,00 e a outra Fan Start 160, de cor vermelha, no valor de R$ 9.975,00, para serem sorteadas em um bingo no dia 01/12. O comprador negociou e se comprometeu de efetuar a primeira parcela no dia 21 de novembro, porém não o fez, mesmo assim continuou divulgando o sorteio de duas motocicletas Honda. Para surpresa do gerente, recebeu a ligação nesta segunda-feira, 02, de Ricardo informando que a premiação das motocicletas ele negociaria com os ganhadores. Ao contrário, Ricardo, no domingo combinou com os vencedores de entregar a premiação na concessionária, às 10h da manhã de segunda-feira, 02, quando foram surpreendidos, ganhadores e gerente do cancelamento da suposta negociação de venda de duas motocicletas.
Durante o sorteio da motocicleta Biz, de cor branca, houve três ganhadores, estes no dia do bingo combinaram de ratear o valor. Os vencedores, de 44 anos e dois 37 anos, chegaram as 10h na concessionária, conforme combinado pelo organizador Ricardo, mas recebendo a notícia do gerente sobre a ligação minutos atrás do mesmo.
Apenas uma pessoa foi o vencedor da motocicleta Fan, o homem de 33 anos, afirmou que no dia do evento, na presença de todos assinou um documento, provavelmente a entrega do veículo, que não ocorreu.
As vítimas sentindo-se enganadas procuraram a Delegacia de Polícia Civil para denunciar a fraude.
O ganhador do veículo, não procurou a Delegacia, as vítimas, vendedores, o próprio vencedor do carro, representante da instituição usada para que fosse um ação solidária e participantes serão intimados a comparecerem para prestar esclarecimentos. De acordo com informações repassadas a reportagem do site e jornal O Mamoré, o organizador Ricardo Nelson Ribeiro não foi localizado no município de Guajará-Mirim. O caso passa a ser investigado pelo Serviço de Investigação, Vigilância e Captura (Sevic).
O Mamoré obteve informações que meses atrás, um representante de uma instituição sem fins lucrativos comunicou o fato a Delegacia de Polícia Civil, sobre a atitude da pessoa de Ricardo Nelson, organizador de um evento de show de prêmios, onde em conversa com o representante da instituição e ao receber a negativa do envolvimento da instituição sem antes consultar o conselho deliberativo, a pessoa de Ricardo ficou furiosa e saiu sem dizer nada. Para surpresa do representante da instituição o nome da entidade estava sendo usado como a beneficiária de parte dos lucros, no início das vendas das cartelas, posteriormente Ricardo mudou usando o nome de outra instituição.

Fonte:  O MAMORÉ

Veja também:

Últimas Notícias

© Copyright 2019 Jornal O Mamoré | All Right Reserved