O acidente foi na Estrada do Palheta, Ramal Lago das Garças, zona rural do município
Um grave acidente trânsito ocorreu na Estrada do Palheta, zona rural do município de Guajará-Mirim/RO, em um veículo de passeio ocupado por seis pessoas, três estavam na carroceria do carro e um após o choque faleceu no local do acidente, na manhã deste domingo, 08.
De acordo com a Polícia Militar, na estrada do Ramal Lago das Garças, km 45, zona rural, seguia sentido município de Guajará-Mirim, o caminhão VW/25.420 CTC 6x2, placa AZJ 8810, de Ponto Grossa/PR, conduzida por Rivelino Bertassoni, de 49 anos, ao passar no trecho de uma curva avistou um veículo no sentido contrário em alta velocidade, o motorista do caminhão disse que ainda freou e tentou puxar para fora da estrada o caminhão, mas foi inevitável o choque do lado esquerdo com o carro Strada, de cor preta, placa NDM 8870, de Porto Velho/RO.
Tomas Paredes Cuqui conduzia o carro Strada, dentro do carro estava Gislane S. R., de 24 anos e sua filha de dois anos de idade. Na carroceria estavam: Carlos Daniel S. R., de 31 anos, um menino de 10 anos de idade e Juan Rodrigues Guarena. Carlos Daniel disse que quando percebeu a colisão ainda conseguiu se segurar com força, mas após a colisão foi arremessado para fora do carro, caindo ao solo juntamente com a criança de 10 anos e Juan, que faleceu na hora. Equipe do Corpo de Bombeiros foram acionados e realizaram os primeiros socorros as vítimas, a Politec (Polícia Técnico-Cientifica) realizou os trabalhos no local do acidente e posteriormente o corpo foi removido pelo rabecão até o necrotério do Hospital Regional.
Informações levantadas pelo jornal e site O Mamoré, Carlos Daniel comentou que ele e o motorista, Tomás, ingeriam bebida alcoólica e seguiam em direção a balneário no momento da colisão frontal. Os policiais não conseguiram realizar o teste do bafômetro ao motorista, por não haver aparelho e pelas condições clínica do motorista. Mas um médico plantonista ratificou que o motorista apresentava sintomas como odor de álcool e olhos vermelhos, além de estar com a Carteira Nacional de Habilitação vencida há mais de 30 dias e sua CNH permite que o mesmo dirija apenas motocicleta (categoria A). Autos de infrações de trânsito termo de constatação de atividade psicomotora foram confeccionados pelos policiais militares.
A PM informou que as vítimas apresentavam: Carlos queixava-se de dores nas costas e no peito e teve escoriações pelo corpo; Gislane sofreu escoriações no rosto, a criança de dois anos nada sofreu; o menino de 10 anos ficou lesionado levemente na boca e Tomás sentia fortes dores na região lombar sendo ele encaminhado por familiares para um Hospital em Guayaramerin - Beni/Bolívia.
O veículo Strada apresentava restrições, mas devido a falta de condições pare remover do local do acidente, ficou sob a responsabilidade de um morador da região e apresentou avarias na parte frontal completamente danificada e para-brisa danificados; já o caminhão teve avarias no para-choque lado esquerdo e farol lado esquerdo e foi liberado no local ao motorista.
Fonte: O MAMORÉ

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem