9 de novembro de 2019

Blitz educativa orienta motoristas e motociclistas em Guajará-Mirim

Em um breve levantamento, por meio da Lei de Acesso à Informação, é possível ver que em Guajará somou um número muito grande de autuações e com crescimento contínuo desde 2008, na cidade que tem uma dos maiores índices de inadimplência do estado.
Blitz educativa orienta motoristas e motociclistas em Guajará-Mirim

Desde quando entrou em vigor, em 19 de junho de 2008 através da Lei 11.705, que ficou conhecida como Lei Seca por reduzir a tolerância com motoristas que dirigem embriagados, colocando o Brasil entre os países com legislação mais severa sobre o tema, os índices de acidentes no país caíram consideravelmente, mas as fiscalizações educativas, tem ocorrido de forma constante nas escolas empresas, praças, e semáforos da cidade de Guajará-Mirim.
De acordo com Jairo Feliz chefe do setor de fiscalização, a atitude dos motoristas pouco mudou em 10 anos de existência da lei. 
Em um breve levantamento, por meio da Lei de Acesso à Informação, é possível ver que em Guajará somou um número muito grande de autuações e com crescimento contínuo desde 2008, na cidade que tem uma dos maiores índices de inadimplência do estado.

O avanço nos últimos 5 anos ficou acima do aumento da frota de veículos e de pessoas habilitadas, indicando que o número de motoristas flagrados bêbados continua crescendo, em vez de diminuir com o endurecimento das punições ao longo destes anos.

O chefe da CIRETRAN Marcelo Bentes disse durante uma entrevista que só durante o mês de outubro pelo menos 15 pessoas foram encaminhados a delegacia por cometer algum tipo de crime de trânsito.
Ele lembra que o álcool continua sendo a 2ª maior causa de mortes no trânsito no Brasil, e por isso é preciso intensificar as blitz educativas para que as pessoas tenham ciência da gravidade do crime que podem cometer quando bebem e dirigem.

Na ultima sexta-feira (08) durante a realização da blitz educativa Marcelo Bentes disse: “Aqui os motoristas e motociclistas recebem o carinho e a orientação essencial dos agentes por um trânsito mais seguro”. 

Muita emoção para os motociclistas que, surpresos com a abordagem dos agentes, mudavam de ânimo instantaneamente com orientação quanto ao uso dos itens de segurança finaliza Marcelo.

Fonte: Assessoria

Veja também:

Últimas Notícias

© Copyright 2019 Jornal O Mamoré | All Right Reserved