Uma ocorrência atendida por uma guarnição do 6º Batalhão de Polícia Militar de Fronteira, mulher de 33 anos disse ter sido agredida, mas não sabe quem foi autor. O fato ocorreu durante a noite de domingo, 06, no bairro Nossa Senhora de Fátima, município de Guajará-Mirim/RO, ela estava acompanhada de duas crianças.
Segundo a PM, ao chegar no local solicitado, os policiais encontraram a suposta vítima, com forte odor etílico, falas desconexas, falta de equilíbrio e afirmava ter sido agredida, mas não soube dizer aos mesmos quem foi o autor das agressões. Ela disse que começou a beber e de repente passaram a lhe agredir, ela também proferia palavras de baixo calão e ameaças de morte a diversas pessoas que se encontravam na casa. Os policiais convidaram a vítima a se retirar do local. Ela chegou a recusar, mesmo estando acompanhada de duas crianças menores de idade, que estavam descalços e com frio, segundo os policiais militares.
A mulher foi conduzida a Delegacia de Polícia Civil afim de poupar as crianças e a vida da mulher, uma conselheira tutelar de plantão acompanhou o Boletim de Ocorrências. A vítima foi encaminhada para a realização de exame de corpo de delito. O Boletim de Ocorrência foi encaminhado ao Juizado Especial Criminal (JECrim).
Fonte: O MAMORÉ

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem