13 de outubro de 2019

Dois adolescentes praticam assalto e um deles passa as mãos nas partes íntimas da vítima

Dois adolescentes durante a prática de um assalto em via pública, um deles passou as mãos nas partes íntimas da vítima que também é uma menor de idade.
Dois adolescentes praticam assalto e um deles passa as mãos nas partes íntimas da vítima

O simulacro foi apreendio
Dois adolescentes durante a prática de um assalto em via pública, um deles passou as mãos nas partes íntimas da vítima que também é uma menor de idade. A dupla foi apreendida com um simulacro após populares conterem os assaltantes e os policiais militares conterem os ânimos.
O fato ocorreu no início da noite de quinta-feira, 10, na Avenida Guaporé com Avenida Marechal Deodoro, bairro Liberdade, no município. A vítima, uma adolescente de 14 anos, transitava com a bicicleta de cor azul, aro 29, ao ser abordada por dois rapazes que exigiram que ela parasse, um de posse de uma arma de fogo apontada para sua cabeça e o outro com uma faca na mão exigiram o veículo. Um dos assaltantes passou as mãos na vagina, nádegas e seios da vítima. Depois fugiram com a bicicleta.
A vítima pediu socorro aos populares que seguiram alcançar os rapazes, abandonando pelo caminho a bicicleta da vítima. O rapaz que estava com a bicicleta roubada foi contido. Uma guarnição ao chegar na Avenida Princesa Isabel, mesmo bairro do assalto, encontrou o suspeito no solo e sendo contido por populares. O menor de idade de 16 anos foi reconhecido pela vítima como o autor do assalto e com ele estava na cintura a arma de fogo usada para praticar o delito, que na verdade tratava-se de um simulacro de arma de fogo. O seu comparsa de 17 anos, que estava de posse de faca, e segundo a vítima foi quem passou as mãos nas partes íntimas, conseguiu fugir.
Conduzido a Delegacia de Polícia Civil juntamente com a arma de brinquedo e a bicicleta roubada, o pai do acusado compareceu para acompanhar o trâmite do Boletim de Ocorrência. O caso foi encaminhado a Delegacia Especializada de Proteção a Criança e ao Adolescente (DECA), de Guajará-Mirim, para providências.

Fonte: O MAMORÉ

Veja também:

Últimas Notícias

© Copyright 2019 Jornal O Mamoré | All Right Reserved