30 de outubro de 2019

Coluna Almanque: AS PROFECIAS

Por Fábio Marques
Coluna Almanque: AS PROFECIAS

Por Fábio Marques
Não se surpreendam. Em Guajará-Mirim existe um cidadão com poderes de vidência que está sabendo quem, quando, onde e como muitos dos que aqui residem vai encerrar seus dias neste planeta. De acordo com os informes, o nome deste escriba figura na listagem, mas na rabeira. Ainda bem! Mas tem alguns metidos aí que pelas sentenças do obituário do cidadão, estão com os dias contados para partirem de vez para o eterno talvez. Ainda pelo teor do sepulcro caderno, de vinte anos para cá, o número de acertos fúnebres tem batido a casa de quase 100 por cento. 
##########
Agora é preciso enxergar o lado bom da coisa: bem distante de ser um mau agouro, deveria se encarar tais prenúncios como um serviço social. Se o sujeito marcado ta sabendo quando irá falecer, para que se preocupar com dívidas, boletos e juros bancários? Mais oportuno seria arrumar os papéis, começar a trabalhar o testamento, satisfazer todas as suas taras e fantasias, preparar os protocolos do velório, a escolha do caixão, as bebidas e tira-gostos a serem servidos aos que ficarem, o conjunto musical, os discursos, etecéteras...
##########
Segundo o “Informer” da Coluna, o cidadão que carrega consigo estes dotes de sinistra profecia, trabalha no comércio há mais de 50 anos e tem muita ligação com o MDB local.
##########
Fontes fidedignas garantem que em reunião com agentes da organização do Encontro dos Filhos e Amigos de Guajará-Mirim, o prefeito Cícero Alves reclamou do vexame passado no último evento. Na ocasião, o prefeito havia subido o palanque para dar as boas vindas aos partícipes e desejar-lhes um bom festival, mas como não tem “simancol”, resolveu emendar com um discurso acerca do arremedo de sua gestão pública e inventar uma cidade que só existe na sua cabeça. Ah, pra quê! O pessoal que freqüenta este evento não é o povaréu ingênuo o qual o prefeito tem o hábito de ludibriar através de suas verborréias. São pessoas conscientes, com juízo de valor e justeza das coisas que ocorrem no âmbito municipal.
##########
Seria de bom alvitre o prefeito não repetir a idiotia do ano passado a fim de não passar por mais uma vergonha. Este mesmo pessoal está só no aguardo. Alguns cogitam até levarem para completar o furdunço tomates e ovos podres.
##########
Não se tem falado em outra coisa que não seja nos eventuais candidatos à prefeito nas eleições de 2020. No MDB, partido de tradição e batalha política na cidade, parece ser apenas dois os caminhos a se percorrer. O primeiro seria a cúpula apostar suas fichas no nome da esposa do comerciante Antônio Bento, Raissa Paes. O segundo seria a candidatura do ex-vereador Francisco Naife.
##########
A verdade é que o MDB hoje não tem nominata à altura para concorrer à prefeitura. Ainda assim existe uma terceira via. Os caciques do partido à nível de estado e à nível federal Eurípedes Lebrão e Lúcio Mosquini possuem uma simpatia enorme pelo presidente da Câmara, Sérgio Bouez e desejam muito vê-lo nas fileiras do partido para quem sabe disputar este pleito eletivo com o apoio de toda a base. O problema é que por conta da ciumeira, o MDB poderia não sair unido nesta virtual jogada política.
##########
Sérgio Bouez pertence ao PSB e lidera todas as pesquisas e enquetes deixando na rabeira os demais oponentes.
* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Mamoré não tem responsabilidade legal pela "opinião", que é exclusiva do autor.

Veja também:

Últimas Notícias

© Copyright 2019 Jornal O Mamoré | All Right Reserved