16 de outubro de 2019

Coluna Almanaque: A QUESTÃO É CULTURAL

Por Fábio Marques
Coluna Almanaque: A QUESTÃO É CULTURAL

Por Fábio Marques
Vivemos num país com um dos piores índices de qualidade de vida do mundo, com um dos maiores índices de violência urbana, onde uma criança está morrendo de fome a cada minuto, onde a corrupção é questão de orgulho e não de vergonha, onde a imprensa distorce os fatos a favor dos tiranos e fascistas de plantão e onde todos os absurdos são impostos goela-abaixo como se fizesse parte da rotina.
##########
Neste país manda quem pode e obedece quem tem juízo. As leis são feitas apenas para enfeitar os tribunais, pois a lei de fato que impera neste país é a lei do dinheiro, do poder e da corrupção. Por acaso estão presos Paulo Maluf, Fernando Collor, José Sarney, Fernando Henrique, Renan Calheiros e outras nojeiras? Lula está preso por conta de um golpe de estado armado por Sérgio Moro e Messias Bolsonaro para que ficasse fora de uma disputa eletiva que fatalmente ganharia de lavada.
##########
Nas ruas, nos botecos, nas tabernas, nas repartições e nas estações de rádio as conversas são as seguintes:
- É foda cara! Infelizmente o Teobaldo não conseguiu resistir ao derrame e faleceu. O que conforta é saber que agora pelo menos ele ta num lugar melhor que a gente...
- Maninha, não tem nem cinco minutos que estacionei a moto aqui no pátio e já roubaram...
- Vixe amiga! Pior que nem adianta dar parte na polícia. A essa hora já deve ta na Bolívia. Tô indo pra casa porque não posso perder de jeito nenhum o último capítulo de Vale a Pena Ver de Novo.
- Como tava te dizendo, nem de graça o Barcelona aceita o Neymar de novo na equipe.
- Gostando ou não os vascaínos, por enquanto ta seguindo o líder...
##########
Como vocês mesmos podem avaliar, a vida cotidiana, assim como as novelas é a mesma rotina. Roubo, corrupção, alienação total aos fatos, conversas vazias e medíocres. É de arrombar os bagos!
#########:
Por isso o nosso País, o nosso Estado, a nossa cidade vivem sempre com os mesmos problemas, com as mesmas picuinhas. O que a gente precisa é de pessoas mais conscientes e com espírito de justiça. As pessoas se acomodam com o futebol, com as novelas e com as futricas do dia-a-dia que não são mais capazes de expressar sua indignação e sua revolta com algumas atitudes daqueles que detém o poder.
##########
Nos países civilizados de pessoas aculturadas e educadas não existe esta situação de compra de votos ou eleitores que trocam os votos por qualquer coisa ou promessa. Ocorre que aqui neste cafundó do Judas o governo não investe em Educação e paga mal os professores. O que resulta? Escolas de má qualidade onde alunos fingem que aprendem e professores são obrigados a aprovarem mesmo que os alunos nada tenham aprendido.
##########
Como seria ótimo se o povo fosse saudável, educado, consciente em matéria de política, pleno de respeito e sabedor de seus direitos e não apenas de deveres. O que seria dos corruptos, dos canalhas, dos patifes e dos escrotos de plantão se homens e mulheres soubessem muito mais do que apenas futebol e novelas?
##########
Enquanto não houver uma revolução educacional os políticos vão continuar a enganar o povo e fazendo deste povo gato e sapato. Um povo educado não se deixa enganar.
* O conteúdo opinativo acima é de inteira responsabilidade do colaborador e titular desta coluna. O Mamoré não tem responsabilidade legal pela "opinião", que é exclusiva do autor.

Veja também:

Últimas Notícias

© Copyright 2019 Jornal O Mamoré | All Right Reserved