1 de outubro de 2019

Campus GM: Novo prédio da Biblioteca da UNIR é entregue à comunidade

O novo prédio da área administrativa e da Biblioteca Setorial do campus de Guajará-Mirim, UNIR, foi oficialmente inaugurado na tarde da sexta-feira (27).
Campus GM: Novo prédio da Biblioteca da UNIR é entregue à comunidade

O novo prédio da área administrativa e da Biblioteca Setorial do campus de Guajará-Mirim da Fundação Universidade Federal de Rondônia (UNIR) foi oficialmente inaugurado na tarde da sexta-feira (27). As novas instalações totalizam 1.879 metros quadrados, em dois pavimentos de 939 m² cada um.
    O pavimento térreo é formado por um auditório com capacidade para 90 pessoas e pela Biblioteca Setorial, com cinco salas para estudo individual ou em grupo, uma sala para pesquisa via internet, uma para guarda-volumes, sala para a direção da biblioteca, outra para o bibliotecário, sala para equipamentos, para copiadora, copa, um conjunto de banheiros e um foyer para atividades diversas.
    No pavimento superior há um auditório para 120 pessoas, sala de protocolo, sala da Secretaria de Registros e Controle Acadêmico (Serca), sala da direção do campus, sala da coordenação administrativa, oito salas para 32 docentes, copa e um conjunto de banheiros.
    A nova edificação vem cumprir o propósito de gestão de dotar a biblioteca setorial do Campus de Guajará-Mirim de instalações que permitam a realização de pesquisas científicas, bem como de atividades culturais, que não apenas auxiliem na formação da comunidade acadêmica, mas também atendam a sociedade local.
    À solenidade, presidida pelo reitor da UNIR, professor doutor Ari Miguel Teixeira Ott, fizeram-se presentes a professora doutora Asa Fujino, coordenadora acadêmica do doutorado Interinstitucional (Dinter) em Ciência da Informação em parceria institucionalizada em ter a UNIR e a Universidade de São Paulo (USP); o professor doutor George Queiroga Estrela, diretor docampus de Guajará-Mirim; os professores chefes de departamento Otávio Valiante (de Administração), Gabriel Cestari (de Gestão Ambiental) e Osiel Marques (de Letras),os professores Dorosnil Alves Moureira e Joliza Fernandes, entre outros, além do Bispo da Diocese de Guajará-Mirim, Dom Benedito Araújo.350
    Em seu pronunciamento, o reitor enfatizou que as instituições de ensino têm o dever de ofertar à sociedade bibliotecas que não sejam apenas locais onde livros sejam guardados, mas verdadeiros espaços de convivência que propiciem o alcance de informações diversas, por meio de publicações físicas ou virtuais, viabilizando o alcance do conhecimento como ferramenta de mudanças positivas na vida de cada um.
Também fez uso da palavra o diretor do campus de Guajará-Mirim, George Queiroga Estrela, que, parafraseando o escritor romano Marco Túlio Cícero, afirmou: “Quanto maiores são as dificuldades a vencer, maior será a satisfação... E, hoje, vendo esse prédio sendo inaugurado ´e exatamente desse sentimento que sou tomado -SATISFAÇÃO, uma gigantesca satisfação...”
  Ao falar aos presentes, a coordenadora do Dinter USP/UNIR em Ciência da Informação, ressaltou que “...uma direção em bibliotecas, neste momento, revela sensibilidade, para valorizar a memória da humanidade e os produtos de sua imaginação, ao mesmo que tempo que reconhece que há muitas fronteiras culturais a serem transpostas; compromisso com a autonomia universitária e a pesquisa científica e revela, sobretudo, seu empenho em ressignificar o papel da biblioteca universitária”.
A Banda Marcial Lira de Ouro, regida pelo maestro Hugo Miranda Furtado, gentilmente, abrilhantou o evento.
  


Fonte: UNIR

Veja também:

Últimas Notícias

© Copyright 2019 Jornal O Mamoré | All Right Reserved