7 de outubro de 2019

“Boca de fumo” no bairro Triângulo é desarticulada

Drogas, dinheiro e objetos foram apreendidos.
“Boca de fumo” no bairro Triângulo é desarticulada

O furto de uma residência resultou na recuperação de bens sem comprovação fiscal, identificação dos autores do furto e ainda desarticulou o funcionamento de um comércio de substância entorpecente no bairro Triângulo, onde os seus proprietários foram presos, município de Guajará-Mirim/RO.
Drogas, dinheiro e objetos foram apreendidos
A residência localizada a Avenida Mário Peixe, bairro Santa Luzia, na manhã de domingo, 06, foi invadida por ladrões que furtaram um aparelho de TV. Policiais civis do Serviço de Investigação, Vigilância e Captura (Sevic) receberam denúncia anônima apontando dois suspeitos, um adolescente de 17 anos e Ronaldo S. O., de 22 anos. Os policiais tinham conhecimento que ambos são usuários de drogas e poderiam estar na residência situada a Avenida 08 de Dezembro, 299, bairro Triângulo. Na casa encontraram uma toalha de banho envolvida no televisor. O Adolescente confessou ter praticado o furto a casa no bairro Santa Luzia. Ronaldo negou o delito, mas foi Instaurado Inquérito Policial para investigar o furto. O proprietário da casa ainda não havia dado conta do furto da TV, sendo informado por policiais civis.

Boca de fumo
Policiais militares também recebem informações de uma casa que funcionava como “boca de fumo” no bairro Triângulo, e que dois suspeitos acabaram de adentrar na casa situada a Avenida 08 de Dezembro, 299, carregando objetos. Ronaldo foi localizado na entrada na casa, informando a equipe do Sevic e policiais militares que passou a noite consumindo drogas e deixou um aparelho dvd no local, estava ali para buscar o objeto. Na casa os policiais encontraram o casal Angel Sucubano Yba Filho, de 25 anos, e sua esposa Tais B. O., de 21 anos, afirmaram serem os moradores da casa. Devido ao nervosismo do casal, uma revista foi realizada, encontrando um maço de cigarros contendo no interior 01 trouxinha contendo 02 pedras de crack, de tamanhos diferente, havia também 01 trouxinha, de papel alumínio com 12 trouxinhas de cocaína. Os policiais continuaram a revista na casa, localizando objetos de procedência duvidosa, como 01 TV, 01 caixa de som amplificada, 01 aparelho de dvd, 01 antena de TV portátil. Além de R$ 176,00 em espécie, além de R$ 14,65 em moedas. Angel negou ser o proprietário das substâncias entorpecentes apreendidas, mas afirmou que os objetos lhe pertencem, embora não possuía nota fiscal.
Tais delatou que seu esposo era o proprietário das substâncias encontradas, afirmando que sobrevivem da venda de entorpecente e é a única alternativa que lhe resta. Quanto aos objetos apreendidos ela acredita que foram trazidos em troca de entorpecente. O local é um barranco e sem condições mínimas de habitação, uma criança de um ano de idade, filha do casal viviam com eles. Os policiais conduziram a criança para os avós paternos.
Outros objetos foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil, bem como documento de uma usuária de drogas. No prédio da Delegacia de Polícia, Angel Sucubano Yba Filho ameaçou de morte um sargento da PM, o policial registrou ocorrência de ameaça.
Fonte: O MAMORÉ

Veja também:

Últimas Notícias

© Copyright 2019 Jornal O Mamoré | All Right Reserved