21 de setembro de 2019

Servidores da saúde aderem greve a partir de segunda-feira

O início da greve na área da saúde no município de Guajará-Mirim a partir desta segunda-feira, 23.
Servidores da saúde aderem greve a partir de segunda-feira

O SINSAG (Sindicato do Servidores Públicos Municipais de Guajará-Mirim) emite nota comunicando o início da greve na área da saúde no município de Guajará-Mirim a partir desta segunda-feira, 23, por tempo indeterminado.
Após a paralisação, os servidores em assembleia decidiram aderir a greve nesta segunda-feira, 23
A falta de pagamento após o quinta dia do mês seguinte, o PCCS (Plano de Carreira) e há mais de 13 anos sem aumento, os servidores da saúde deflagram greve.

Confira na íntegra a nota emite pelo Sinsag:
COMUNICADO DE GREVE À POPULAÇÃO DE GUAJARÁ-MIRIM
O SINSAG (Sindicato do Servidores Públicos Municipais de Guajará-Mirim) COMUNICA a população de Guajará-Mirim e região, que a partir da próxima segunda-feira, dia 23/09/2019, os Servidores Públicos Municipais da Saúde entrarão em GREVE por tempo indeterminado.

Conforme deliberação de Assembleia Geral realizada em 13/09/2019, que obteve quórum estatutário, após exaustos debates, os servidores deliberaram, por unanimidade, entrar em GREVE, caso a PAUTA DE REIVINDICAÇÕES aprovada não fosse atendida pela Prefeitura. Na segunda-feira e na terça-feira, 16 e 17 de setembro, todas as Autoridades competentes e o Prefeito de Guajará-Mirim foram oficialmente comunicados. Em observância à legislação, aguardamos os prazos legais e não obtivemos resposta oficial do Prefeito, a não ser uma promessa informal de reunião para a semana que vem.

Em respeito à decisão da Assembleia Geral e amparados pela lei, os Servidores da Saúde entrarão em GREVE, a partir de segunda-feira, com o compromisso de disponibilizar efetivo para manter os serviços e atividades essenciais, como atendimentos de Urgência/Emergência/Cirurgias e outros serviços inadiáveis. 

Conclamamos a população para apoiar este Movimento de GREVE, pois grande parte dos problemas que a Saúde Municipal sofre se deve às péssimas condições de trabalho a que os servidores estão submetidos, condições indignas para o exercício profissional da Saúde Pública, falta de equipamentos e insumos básicos, que impossibilita um atendimento decente à população, além do desrespeito e da desvalorização dos profissionais, que deveriam ter um PCCS (Plano de Carreira) desde 1993 e estão há mais de 13 anos sem aumento e o mesmo período sem reposição salarial de perdas inflacionárias. Ou seja, desde 2006 recebendo o mesmo piso salarial, com a grande maioria dos profissionais ganhando 1 Salário Mínimo, R$ 998 (nível fundamental/médio/técnico) e R$ 1300 (maior parte dos profissionais de nível superior). Nessas condições é impossível de trabalhar com decência e eficiência!! Por isso, estamos dando um grito: BASTA DE HUMILHAÇÃO e DESRESPEITO com os profissionais que cuidam da Saúde do povo!! A população de Guajará-Mirim merece respeito!!
 
Estamos em luta por dignidade para nós e para a população, para que o Direito à Saúde, tanto dos trabalhadores, como o da população seja respeitado.

Dia 23 setembro, iniciaremos esta caminhada rumo a conquistas para a população e à vitória do SUS.
 
Povo e trabalhadores unidos por melhorias para a nosso município.

SEM LUTA, NÃO HÁ CONQUISTAS!!

Guajará-Mirim, 20/09/2019

Francisco de Oliveira de Tobias
Presidente do SINSAG
Fonte: O MAMORÉ

Veja também:

Últimas Notícias

© Copyright 2019 Jornal O Mamoré | All Right Reserved