14 de setembro de 2019

Polícia de Guajará-Mirim desarticula mais uma “boca de fumo”

Dinheiro, droga e objetos foram apreendidos.
Polícia de Guajará-Mirim desarticula mais uma “boca de fumo”

Ao cumprirem o mandado de busca e apreensão, expedido pela Comarca de Guajará-Mirim/RO, policiais civis, militares e da Unesfron prenderam dois homens envolvidos com a comercialização de drogas, nesta sexta-feira, 13. Dinheiro, droga e objetos foram apreendidos.
Policiais do Serviço de Investigação, Vigilância e Captura (Sevic), da Divisão de Homicídios (D.H.) e policiais do Núcleo Integrado de Inteligência de Fronteira (N.I.I.F.), da Unidade Especializada de Fronteira (Unesfron), trabalharam de campana averiguando a movimentação a residência situada a Avenida Costa Marques, 1225, Triângulo. Os policiais constataram tratar-se de um ponto de comercialização de substância entorpecente, três usuários foram interrogados após saírem da casa investigada, um deles confessou ter adquirido dois papelotes pela quantia de R$ 8,00 e um outro usuário detido com um papelote também confessou ter adquirido na “boca de fumo” de Fabrício Vargas, de 28 anos e Jerry Vargas Gallardo, de 33 anos.
Jerry Vargas Gallardo
Durante a abordagem a um usuário Jerry Vargas Gallardo foi visto deixando a casa, uma equipe de policiais o seguiram e sendo abordado nas proximidades da Escola Estadual Simon Bolívar, com ele os policiais encontraram no bolso a quantia de R$ 1.456,00. Uma outra equipe de policiais adentrou na residência e visualizaram Fabrício Vargas, sócio no tráfico de drogas com Jerry, se desfazendo de entorpecente em um balde com água. Na casa foi encontrada a quantia de R$ 1.940,30 em moedas e notas trocas, além de 23 bolivianos, várias folhas de livros cortadas para embalar o entorpecente, tesouras, cadernos, relógios e três aparelhos celulares foram apreendidos. Na casa de Jerry, situada a Avenida Princesa Isabel, 658, bairro Triângulo, os policiais encontraram uma furadeira, uma serra, um disco de serra elétrica e uma lixeira, objetos esses sem comprovação por parte de Jerry. Na Delegacia, os objetos foram reconhecidos pelo proprietário, vítima de furto. Jerry disse aos policiais que pagou pelos objetos a quantia de R$ 50,00. Um carrinho de mão e um rolo de arame também foram apreendidos, pois o morador não soube explicar a procedência dos mesmos.
Fabrício Vargas
Na Delegacia de Polícia Fabrício foi autuado em flagrante por tráfico de drogas, e Jerry por receptação de objetos furtados. Após a realização de exame de corpo de delito, os sócios foram encaminhados para o presídio masculino.
Fonte: O MAMORÉ 

Veja também:

Últimas Notícias

© Copyright 2019 Jornal O Mamoré | All Right Reserved