30 de setembro de 2019

Operação Lei Seca em Guajará-Mirim prende 04 e autua 10 motoristas

Fiscalização da 1ª Ciretran abordou 134 motoristas durante os dois dias de operação.
Operação Lei Seca em Guajará-Mirim prende 04 e autua 10 motoristas

Em 12 horas de Operação Lei Seca foram autuados 10 motoristas por dirigir sob influência de álcool e 04 foram presos
A Operação Lei Seca realizada durante 12 horas, intercaladas na noite de sexta-feira, 27, até às 04h de sábado, 28, e na noite de sábado até a madrugada de domingo, 29, autuou 10 motoristas na Operação Lei Seca, que irão desembolsar aproximadamente 3 mil reais em multa. Participaram 58 profissionais, entre agentes de trânsito da 1ª Ciretran, Policiais militares e civis, nas duas Operações Lei Seca (OLS).
O primeiro dia de fiscalização, realizada pela 1ª Circunscrição Regional de Trânsito (1ª CIRETRAN) aconteceu na Avenida Cândido Rondon, bairro Serraria. Foram abordados 43 motoristas, sendo 35 homens e 08 mulheres, ao total foram 30 carros e 13 motocicletas. 02 motocicletas foram removidas para o pátio da Ciretran, tendo o recolhimento de 04 Carteira Nacional de Habilitação e 01 documento de veículo. Quanto a Lei Seca foram autuados na Lei Seca 04 motoristas, sendo 01 um homem preso em flagrante. Totalizou o número de 07 com outras infrações.
Segundo o responsável pela OLS, Jairo de Castro Félix, no segundo dia foram abordados 91 condutores, tendo 65 carros e 26 motocicletas averiguados, totalizando o número de 79 homens e 12 mulheres ao volante. Destes veículos abordados, 03 motocicletas e 02 carros foram removidos ao pátio da Ciretran. Na Operação foram recolhidos 05 CNH’s e 02 documentos de veículos, totalizando 25 autuações por infração de trânsito. Já na Lei Seca 03 motoristas foram presos e conduzidos a Delegacia de Polícia Civil, foram autuados ao total 06 motoristas que pagarão R$ 2.934,70 e terão sua CNH suspensa, além de responder criminalmente.
De acordo com o chefe da 1ª Ciretran, Marcelo Bentes, o condutor que tiver índice de álcool no sangue superior a 0,33 miligramas por litro de ar expelido no momento do teste do bafômetro será preso e pagará a multa, a multa também vale para aqueles que negarem realizar o teste.

Fonte: O MAMORÉ

Veja também:

Últimas Notícias

© Copyright 2019 Jornal O Mamoré | All Right Reserved