Coronel Chrisóstomo, do PSL de Rondônia, foi à tribuna defender o arquivamento do projeto de lei que relaxa a fiscalização das contas partidárias e aumenta o fundão eleitoral.
 “O Brasil está em crise financeira. O povo não suporta mais. Não tem dinheiro para dar para campanha política. Não sou leviano. Eu preciso de dinheiro, mas, no momento, não é cabível. Temos que apertar o cinto.”

Fonte: O Antagonista

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem