23 de setembro de 2019

Blitz da Lei Seca multa 15 motoristas em Guajará-Mirim

Operação Lei Seca realiza 15 testes de alcoolemia, em Guajará-Mirim/RO.
Blitz da Lei Seca multa 15 motoristas em Guajará-Mirim

De acordo com a 1ª Circunscrição Regional de Trânsito (1ª Ciretran), as operações foram realizadas na Avenida Nossa Senhora de Fátima, bairro Liberdade, e Avenida Rocha Leal, bairro Serraria, na noite de sexta-feira, 20, seguindo até a madrugada de sábado, 21, e iniciando a segundo blitz na noite de sábado e com término na madrugada de domingo, 22. Ao todo, foram fiscalizados 115 veículos. 
A Operações ocorreu no fim de semana em Guajará-Mirim
Segundo o chefe Jairo Félix, a operação totalizou 12 horas de trabalho promovido por 58 profissionais entre agentes da Ciretran, policiais militares e civis. Foram abordados e submetidos a fiscalização de alcoolemia, com uso do bafômetro passivo, 15 condutores.
No primeiro dia de Operação Lei Seca (OLS), foram abordados 46 motoristas, deste número 42 eram homens e 04 mulheres conduziam entre 28 carros e 18 motocicletas. Resultando na remoção de 06 motocicletas e 03 carros, foram recolhidos 05 documentos de veículos e 01 Carteira Nacional de Habilitação, totalizando 30 autuações por infração de trânsito no primeiro dia. Quanto as autuações por conduzir veículo sob influência de bebida alcoólica totalizou em 10 condutores, mesmo com recusa foram presos 04 motoristas, com idades de entre 24 a 36 anos. O total de outras infrações resultou em 29 expedidas.
Na OLS realizada na noite de sábado até a madrugada do domingo, foram fiscalizados 71 motoristas, dos 56 carros e 15 motocicletas conduzidos por 56 homens e 15 mulheres, totalizou na remoção de 04 motocicletas e 01 carro.
Recolhidos 03 CNH’s e 02 documentos de veículos. Foram autuados por dirigir sob influência de bebida alcoólica 05 motoristas, 02 deles de idade 30 e 45 anos foram presos e totalizando 14 outras infrações.
Cada motorista multado, por embriaguez ao volante ou recusa em fazer o teste do bafômetro,  vai pagar quase R$ 3 mil de multa e responder processo no Detran para a suspensão de dirigir por 12 meses.
Para o chefe da Ciretran Marcelo Bentes:  "as ações seguem para conscientizar e fiscalizar motoristas que ainda dirigem após consumir bebida alcoólica".
Fonte: O MAMORÉ

Veja também:

Últimas Notícias

© Copyright 2019 Jornal O Mamoré | All Right Reserved