24 de agosto de 2019

Polícia de Guajará-Mirim recupera sete motocicletas em três dias

Cerca de onze pessoas foram presas e outras conduzidas para prestarem esclarecimentos sobre a prática de receptação.
Polícia de Guajará-Mirim recupera sete motocicletas em três dias

Oriundas de furto ou roubo, no total de sete motocicletas foram recuperadas por policiais lotados no município de Guajará-Mirim/RO, fronteira com a Bolívia. A ação policial envolveu: Polícia Civil, 6º Batalhão de Polícia Militar de Fronteira e Batalhão de Polícia Ambiental. Cerca de onze pessoas foram presas e outras conduzidas para prestarem esclarecimentos sobre a prática de receptação. Um homem acusado de assaltos e furtos de motocicletas no município foi preso e uma arma de fogo usada nos crimes foi apreendida.

A primeira motocicleta recuperada ocorreu no início da tarde de quinta-feira, 22, quando policiais civis da Divisão de Homicídios (D.H.) realizava diligências na zona rural do município de Guajará-Mirim e tiveram informações do roubo de uma motocicleta ocorrido a um agricultor na Estrada do Palheta, na altura do km 2. O homem de 36 anos disse que foi buscar seu filho na escola, ao parar em frente a porteira que dá acesso ao sítio onde reside foi surpreendido por dois homens que estavam em uma motocicleta modelo Titan, de cor preta. O garupa saiu com a motocicleta Bros e ambos fugiram, no trajeto os policiais civis adentraram ao Ramal do Sol Sol, aproximadamente 15 km da entrada visualizaram passando as duas motocicletas perseguindo os condutores. Foi dada ordem de parada aos condutores, após perseguirem 1 km a motocicleta Bros foi abandonada com o capacete de segurança, os assaltantes fugiram. A motocicleta foi conduzida ao pátio da Delegacia onde foi restituída ao proprietário.
No mesmo tempo da recuperação do primeiro veículo, chegou uma denúncia anônima a Central de Operações da Polícia Militar informando que dois homens conduzindo motocicletas foram vistos em alta velocidade pelo bairro Nossa Senhora de Fátima e adentraram na residência situada a Avenida Mário Peixe, 3959. Os policiais da Rádio Patrulha e Núcleo de Inteligência (N.I.), do 6º Batalhão de Polícia Militar foram recebidos pela esposa do proprietário da casa, Sebastião Hodair Balbino Valente, de 36 anos, enquanto uma equipe de policiais conversava com a mulher, dois homens foram vistos fugindo pelo quintal e pulando muros. Uma testemunha juntamente com seus familiares foi surpreendida pelos homens que armados mandaram todos da casa ficarem quietos, caso contrário iriam disparar. Com o apoio de uma equipe do Batalhão de Polícia Ambiental, Wellington dos Santos Souza, de 20 anos, residente no Acre foi preso. Ele confessou que devia dinheiro ao seu comparsa identificado por “Coroa”, pois havia adquirido drogas. Pelo transporte pagaria sua dívida, por isso resolveu aceitar a proposta, ele e o "Coroa" chegaram ao município e seguiram para a casa de Sebastião. O morador ao ver as viaturas em sua casa fugiu, logo após a prisão de Wellington ele retornou e confessou que teria negociado com “Coroa” para guardar os veículos em sua casa até o momento que fossem atravessados para o país boliviano e receberia R$ 300,00, ainda afirmou que sua esposa nada sabia, inclusive a origem das motocicletas. As motocicletas: modelo Bros, de cor branca, tarjeta OXP 1553 de Rio Branco/Acre e a modelo CG Titan, de cor preta, placa OXP 6248 do município de S. Guiomard/AC produtos de furto/roubo naquele estado, foram conduzidas para Delegacia de Polícia Civil de Guajará-Mirim, juntamente com Wellington e Sebastião, flagranteados pela prática do crime de receptação.
Motocicleta recuperada durante a ação de policiais lotados em Guajará-Mirim
Durante a manhã de sexta-feira, 23, policiais lotados no Batalhão de Polícia Ambiental transitavam sentido Guajará-Mirim/Nova Mamoré, pela BR Engenheiro Isaac Bennesby (antiga BR-425), na altura do km 25, zona rural do município de Guajará-Mirim, quando no sentido contrário passou duas motocicletas, os condutores olharam para trás o que levantou a suspeita dos policiais que resolveram retornar e acompanhar os condutores. Na tentativa de abordar com várias ordens de parada, um disparo de arma de fogo em direção ao chão foi efetuado inibindo que os condutores fugissem. O primeiro a ser abordado foi o condutor da motocicleta Bros, de cor branca, placa OHN 1584, de Candeias do Jamari/RO, conduzida por Maicon Miranda, de 21 anos, em seguida o condutor da motocicleta Biz, de cor branca, tarjeta OHM 1734 de Itapuã do Oeste/RO, Diomário Ferreira Leite, de 25 anos, ambos residentes em Porto Velho/RO. A dupla confessou que transportavam os veículos até Guajará-Mirim, onde seriam entregues na casa de uma mulher e posteriormente seriam cruzados para o país boliviano e afirmaram que receberiam, cada, R$ 1.200,00 pelo serviço. O Núcleo de Inteligência (N.I.) do 6º BPM confirmou tratar-se de veículos com placas clonadas, oriundos de roubos na cidade Ariquemes, a placa verdadeira da Bros é NDM 5932,  tomada de assalto no último dia 18 e o veículo Biz tendo comoplaca o numeral QTA 2310, roubada no dia seguinte, 19. Flagranteados pela prática de receptação, Maicon e Diomário tiveram fiança arbitrada no valor de R$ 6.000,00 para cada, como não foi paga a dupla foi encaminhada ao presídio de Guajará-Mirim. Os proprietários dos veículos foram informados da recuperação de seus bens.
Os veículos recuperados serão restituídos aos seus proprietários
Por volta de 22h30min, desta sexta-feira, 23, uma Rádio Patrulha do 6º BPM realizava diligência pelas vias do bairro Liberdade, quando o condutor de uma motocicleta modelo Biz, de cor vermelha atravessou a preferencial e quase colidiu com a viatura. Sinais de parada, uso de giroflex e sirenes, foram usados para abordar o condutor que saiu em alta velocidade, passando pela Avenida Domingos Correia de Araújo desequilibrou, batendo na calçada as margens da via e caiu ao solo. O homem ainda tentou fugir, mas foi alcançado pelos policiais alguns metros do local da queda. Ele se identificou sendo Valdiran Silva, com a motocicleta de placa NCW 9507,  informações foram obtidas com policiais lotados em Porto Velho, recebendo dados que tratava-se de Roney de Souza, de 28 anos, residente na cidade de Ariquemes e possuía um mandado de prisão da Vara Criminal de Porto velho e constataram que o veículo foi roubado na cidade de Ariquemes. Roney delatou que é integrante de uma organização criminosa que transporta veículos furtados/roubados de Ariquemes até o município de Guajará-Mirim, declarou que chegou por volta de 05h da manhã de sexta-feira no município, aguardava seus comparsas (Maicon e Diomário) que foram presos na BR quando transportavam duas motocicletas também roubadas. No momento de sua prisão o homem disse que aguardava o contato da pessoa que faria o transporte da motocicleta para o país boliviano. Durante o registro do Boletim de Ocorrência, na Delegacia de Polícia, Roney bastante alterado, ameaçou os policiais militares e também de atear fogo no prédio da Delegacia, assim que saísse da prisão. Além de ter sido cumprido o mandado de prisão, também o homem foi autuado em flagrante pela prática de receptação, posteriormente entregue na Casa de Detenção.
E a motocicleta tomada durante assalto na noite de quarta-feira, 21, no bairro 10 de Abril, em Guajará-Mirim, foi recuperada no início da tarde deste sábado, 24, as margens do Rio Mamoré, no bairro Triângulo, quando estava dentro de uma embarcação. Policiais civis do Serviço de Investigação, Vigilância e Captura (Sevic), além de recuperarem a motocicleta modelo Yamaha XTZ150 Crosser, de cor branca, placa NEF 7867, também prenderam o autor do roubo, cruzadores e uma arma de fogo foi apreendida (Leia matéria completa: http://www.omamore.com.br/2019/08/sevic-prende-acusado-de-roubos-e.html).
Fonte: O MAMORÉ

Veja também:

Últimas Notícias

© Copyright 2019 Jornal O Mamoré | All Right Reserved