30 de julho de 2019

Policiais do 6º BPM recuperam veículos roubados no Acre, onde família foi mantida refém

Uma caçamba e uma motocicleta foram recuperados na manhã desta terça-feira, 30, na zona rural do município de Guajará-Mirim.
Policiais do 6º BPM recuperam veículos roubados no Acre, onde família foi mantida refém

Uma caçamba e uma motocicleta foram recuperados na manhã desta terça-feira, 30, na zona rural do município de Guajará-Mirim/RO. A família da proprietária dos veículos foi mantida refém, enquanto um dos criminosos conduzia a caçamba com a motocicleta no basculante até o município na tentativa de atravessar os veículos para a Bolívia utilizando um porto clandestino.

A motocicleta estava no compartimento da caçamba
A Central de Operações do 6º Batalhão de Polícia Militar de Fronteira recebeu a notícia de que uma caçamba seguia pela Comara, as guarnições seguiram ao local deparando com a caçamba de cor azul, placa JZC 6057, de Rio Branco/AC, carregando uma motocicleta modelo Biz, de cor verde, após consulto constatando tratar-se de veículos roubados na noite anterior.
Os veículos foram encaminhados a sede da Polícia Civil

Assalto
A vítima relatou aos policiais que por volta de 21hs de segunda-feira, 29, ouviu um barulho, ao averiguar do que se tratava foi surpreendida por seis assaltantes, que invadiram sua casa, em Rio Branco e mantiveram refém a vítima e filhos. Além da caçamba, motocicleta foram furtados seis aparelhos celulares e outros bens que estavam na casa. A família ficou sob a mira de três assaltantes, enquanto os demais levavam os bens. Os três chegaram a consumir droga na frente das vítimas e por volta de 03hs da manhã de terça-feira, os reféns foram soltos.
Os assaltantes ganharam tempo até a chegada dos veículos ao município de Guajará-Mirim onde cruzariam para o país boliviano, mas o plano criminoso acabou frustrado pelos policiais militares da Rádio Patrulha, Patrulha Tático Móvel (Patamo) e Núcleo de Inteligência (N.I.). Buscas foram realizadas pelas imediações, mas ninguém foi preso. As investigações continuarão, vale ressaltar que o apoio da comunidade é de suma importância ao denunciar ações ilícitas.
Fonte: O MAMORÉ.

Veja também:

Últimas Notícias

© Copyright 2019 Jornal O Mamoré | All Right Reserved