A OLS (Operação Lei Seca) foi realizada nos bairros Liberdade e Serraria
Mais de 135 autos de infrações foram confeccionados durante blitz da Operação Lei Seca entre três dias, sexta-feira, 19, sábado 20, e domingo, 21, no município de Guajará-Mirim/RO.
A primeira Operação blitz foi realizada no bairro Liberdade, durante a noite de sexta-feira, 19, e a madrugada de sábado, 20, particoparam 09 servidores da 1ª Circunscrição Regional de Trânsito (1ª CIRETRAN), 12 policiais do 6º Batalhão de Polícia Militar de Fronteira e 05 policiais civis. 38 veículos foram fiscalizados, sendo 19 carros e 19 motocicletas, conduzidos por 34 homens e 04 mulheres foram abordados na Operação. 02 carros e 07 motocicleta foram removidos, sendo recolhidos 05 Carteiras Nacional de Habilitação (CNH) e 03 documentos de veículos, num total de 38 autos de infrações confeccionados durante a fiscalização. O coordenador da OLS (Operação Lei Seca), Jairo de Castro Félix, destacou que quanto ao teste do bafômetro 08 motoristas foram autuados nos Art. 165 e 306 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), mesmo com recusa do teste, totalizando 30 outras infrações de trânsito.
Na noite de sábado, 20 e madrugada de domingo, 21, no bairro Serraria, envolveu 07 servidores da 1ª Ciretran, 12 policiais militares e 05 agentes e delegado da Polícia Civil. Foram abordados 70 veículos, entre 50 carros e 20 motocicletas. Desses motoristas, 59 eram homens e 11 eram mulheres, 12 veículos foram removidos ao pátio da Ciretran, sendo 01 carro e 11 motocicletas. Foram recolhidas 07 CNHs e 01 documento de veículo apreendido, totalizando 38 autos de infrações de trânsito. Quanto aos art. 165 e 306 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), foram autuados 07 motoristas, tendo 03 recusas ao teste do bafômetro, dois motoristas, sendo uma mulher, foram conduzidos a Delegacia de Polícia Civil por dirigir sob efeito de bebida alcoólica. De acordo com Jairo Félix, foram emitidas 31 infrações durante aquela OLS.
A reportagem do jornal e site O Mamoré, o responsável pela OLS, salientou que os motoristas autuados por embriaguez ao volante ou recusa ao teste do bafômetro, cada um deles foi multado em R$ 2.934,70 e vai responder a processo administrativo no Detran. Os reincidentes tem valor da multa dobrado. Os motoristas também poderão perder o direito de dirigir por 12 meses.
Fonte: O MAMORÉ

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem