Feira de adoção de animais resgatados acontece em Guajará-Mirim (RO), cidade distante a pouco mais de 330 quilômetros de Porto Velho. A iniciativa partiu de uma empresa privada, localizada no Centro, com o objetivo de reduzir o número de animais abandonados nas ruas da cidade. A feira começou nesta sexta-feira (17) e termina no sábado (18), com um bazar e sorteio de brindes.
Feira de adoção de cães e gatos resgatados das ruas acontece em Guajará-Mirim
Segundo a organizadora do evento, Jozilma Barbosa, a ideia de uma feira de adoção de cachorros e gatos surgiu por conta da demanda de clientes, já que era comum moradores da cidade aparecerem com animais resgatados pedindo atendimento para o pet e descontos nas vacinas.

“Uma vez apareceu um rapaz com um cachorro de rua e ele queria fazer um tratamento no animal, mas ele não tinha condições de pagar, então uma mulher que estava perto ouviu a queixa e disse que pagaria o tratamento e isso me sensibilizou”, disse Jozilma Barbosa, empresária.

O evento visa aumentar a atenção aos animais que são abandonados nas ruas. Cerca de 22 animais que estão para adoção foram resgatados das ruas e tratados com vacinas e remédios. Além disso, a empresa deu banho nos animais e descontos nas rações de até 70% às pessoas que estão adotando.

Sábado (18) ocorrer um bazar e o dinheiro arrecadado será usado para a construção de comedouros e rações para os animais de rua. Membros de uma ONG, que faz o resgate de animais abandonados em Guajará-Mirim, levaram alguns pets e auxiliaram no evento.

Como adotar um pet?
O primeiro passo para fazer a adoção de um cachorro ou gato na feira é fazendo um cadastro e respondendo algumas perguntas, como por exemplo, por que a pessoa deseja fazer a adoção. O registro fica salvo em um banco de dados da empresa.

O banco de dados é composto por um sistema que avisa com antecedência a data da próxima vacina, além disso visitas poderão ser agendadas pelo sistema para que uma equipe possa acompanhar como o animal está sendo tratado.

Após o cadastro e escolha do pet, a pessoa que fez a adoção receberá orientação veterinária gratuita, onde o veterinário mostrará a forma correta de criar o cachorro ou gato, quais são as vacinas mais importantes e como perceber se o animal está doente.


Fonte: G1

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem