15 de março de 2019

Coronel Chrisóstomo defende inclusão de Guajará Mirim nos repasses de Compensação financeira das Usinas

O deputado federal Coronel Chrisóstomo defendeu a inclusão dos municípios de Guajará-Mirim e Nova Mamoré nos repasses da ANEEL, direcionados aos municípios impactados pelas barragens das Usinas Hidrelétricas do rio Madeira.
Coronel Chrisóstomo defende inclusão de Guajará Mirim nos repasses de Compensação financeira das Usinas


Brasília – O deputado federal Coronel Chrisóstomo (PSL-RO), defendeu a inclusão dos municípios de Guajará-Mirim e Nova Mamoré nos repasses da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), direcionados aos municípios impactados pelas barragens das Usinas Hidrelétricas do rio Madeira.
A solicitação foi realizada durante reunião com o Superintendente de Concessões e Autorizações de Geração (SCG),Carlos Eduardo Cabral, departamento responsável pelo processo de regulamentação, normatização e padronização referentes aos serviços e instalações para produção de energia.
“É notório para todos os moradores desses municípios, que após a construção das barragens, Guajará-Mirim e Nova Mamoré começaram apresentar sucessivos problemas de inundações, o que antes não era percebido. Estou aqui hoje para esclarecer o porquê esses municípios não são ressarcidos”, afirmou o deputado.
De acordo com o superintendente da ANEEL, apenas Alto Paraíso, Candeias do Jamari, Cujubim, Itapuã do Oeste, Pimenta Bueno e Porto Velho recebem o recurso para compensação financeira pela utilização de Recursos Hídricos.
“Quando elaborado os estudos de impacto das Usinas, não foi observado nenhum tipo de perturbação nesta ordem nestes municípios, por isso o recurso não foi destinado. Mas a ANEEL está aberta para fazer uma reanálise e apurar se realmente é viável essa solicitação”, informou Carlos Cabral.
“Esse foi o primeiro passo para darmos andamento neste processo. Agora com os dados que nos foram apresentados, vamos formalizar este pedido e dar o encaminhamento necessário. Não é justo que estes dois municípios sejam prejudicados e não recebam nenhum tipo de reparação”, declarou o deputado.
Fonte: Assessoria parlamentar

Veja também:

Últimas Notícias

© Copyright 2019 Jornal O Mamoré | All Right Reserved