22 de fevereiro de 2019

Motorista do carro Pampa se apresenta na Delegacia e confessa ter atropelado o jovem Deivison

Deivison veio a óbito dois dias após o acidente. O motorista se apresentou após uma semana do fato.
Motorista do carro Pampa se apresenta na Delegacia e confessa ter atropelado o jovem Deivison

 Robson N. Passos, condutor do veículo modelo Pampa, de cor azul, placa NBL 5041, acusado de ter atropelado a vítima Deivison Viana,  acompanhado de advogado se apresentou na sede da Delegacia de Polícia Civil de Guajará-Mirim/RO, no início desta semana,. O acidente aconteceu na Estrada do Palheta em frente ao Parque de Exposições Sanclair Machado de Lima (Acrivale), no último dia 10, domingo, por volta de 21hs15min. (Matéria do fato: http://www.omamore.com.br/2019/02/vitima-de-acidente-na-estrada-do.html)
O veículo Pampa foi recolhido no pátio da Delegacia onde passará por uma minuciosa perícia
Segundo relatos de Robson a Polícia , no dia do acidente ele conduzia o carro Pampa pela Estrada do Palheta, quando nas proximidades do Parque de Exposições foi ofuscado com uma luz que vinha de um veículo em sentido contrário ao dele. Logo a passagem do outro carro ele avistou uma pessoa de agachada as margens da pista não dando tempo de frear, tentando ainda desviar, mas o impacto foi inevitável, sentindo um choque na parte direita do carro. O motorista acredita que o rapaz estaria arrumando a corrente da bicicleta. O motorista afirmou que cerca de 100 metros após o atropelamento, parou e pensou em voltar para averiguar a gravidade da colisão, mas rapidamente como houve uma aglomeração muito grande de pessoas, ele optou em sair do local temendo ser linchado por populares.

O Boletim de Ocorrência registrado no dia do acidente, testemunhas afirmaram que o condutor do carro fugiu e não prestou socorro à vítima que ficou agonizando no local, devido seu estado de saúde que era grave foi encaminhado às pressas para o Hospital João Paulo, em Porto Velho/RO, com suspeitas de traumatismo craniano. No dia ao fato, a vítima não havia sido identificada por populares, no dia seguinte, na segunda-feira, que uma tia da vítima procurou informações e identificou a vítima sendo Deivison Viana. O falecimento de Deivison ocorreu na terça-feira, 12, na Capital. 
 
Deivison foi voluntário no período da enchente, em 2014, trabalhando em conjunto com os bombeiros e Defesa Civil.
 
Segundo a Polícia Civil, o Inquérito Policial foi instaurado e testemunhas do fato foram interrogadas durante a semana. Robson após prestar esclarecimentos do fato, foi liberado.
Fonte: O MAMORÉ

Veja também:

Últimas Notícias

© Copyright 2019 Jornal O Mamoré | All Right Reserved