14 de fevereiro de 2019

Câmara preside audiência pública que debateu sobre o aumento da tarifa de energia elétrica

O encontro contou com a participação dos vereadores Augustinho Figueiredo (PDT), autor da audiência, e do presidente da Casa de Leis, Sérgio Bouez (PSB), representantes de entidades e da sociedade.
Câmara preside audiência pública que debateu sobre o aumento da tarifa de energia elétrica

Alguns consumidores participaram da audiência 
Usando de seu papel como representantes da comunidade guajaramirense e região, a Câmara de Vereadores presidiu na manhã de quinta-feira, 14, a audiência pública que discutiu o aumento da tarifa de energia elétrica, no plenário Clodoaldo Moura Palha. A Casa de Leis do município de Guajará-Mirim foi representada na audiência pelo Presidente Sérgio Bouez (PSB) e pelo vereador Augustinho Figueiredo (PDT), autor da audiência.

O encontro contou com a participação dos vereadores Augustinho Figueiredo, autor da audiência, e do presidente da Casa de Leis, Sérgio Bouez
Em seu discurso, Figueiredo disse que não concorda e não aceita o reajuste tarifário e que na atual circunstância econômica, os setores da sociedade guajaramirense, bem como em todo o Estado de Rondônia não suporta um aumento de 25%. Segundo ele, “é imoral o aumento, para algumas casas chegou de 300%, além do mais isso é pedir a falência de muitas empresas”. 
Cópias das faturas de energia elétrica foram entregues pelos munícipes
Um morador, aposentado de 68 anos, parabenizou a atitude da Câmara e os representantes de entidades e dos segmentos da sociedade pelo interesse no debate em prol de Guajará-Mirim.
 O Presidente da Casa, Sérgio Bouez compartilhou das declarações do colega vereador e classificou o aumento como inaceitável. "Esse aumento é abusivo e penaliza desde empresários, a comerciantes e produtores rurais. É importante que haja esse envolvimento das entidades e instituições, para que possamos somar forças e derrubar esse reajuste inaceitável", destacou.
Os presentes apresentaram cópias de suas faturas comparando o mês sem reajuste e com reajuste. De acordo com Augustinho, as cópias das faturas serão aceitas até a sexta-feira, 15, quando na segunda-feira, 18, um documento será protocolado junto ao Gabinete dos Senadores Acir Gurgacz e Confúcio Moura, como da bancada parlamentar em Brasília de Rondônia, documentos também serão entregues junto ao Procon de Rondônia e Ministério Público Federal, anexadas as cópias das faturas para comprovar o abusivo aumento.

Mobilização Nova Mamoré e Guajará-Mirim
Um grupo está mobilizando a população do município de Nova Mamoré para um movimento que acontecerá nesta sexta-feira, 15, às 16hs, em frente ao prédio da Eletrobrás, atualmente Energisa nova empresa prestadora de serviços.
Em Guajará-Mirim, a Associação Comercial e Industrial também realizará a partir das 16h30min mobilização em frente ao prédio da Energisa, localizada a Avenida Constituição, no centro comercial, nesta sexta-feira, 15. 
Fonte: O MAMORÉ

Veja também:

Últimas Notícias

© Copyright 2019 Jornal O Mamoré | All Right Reserved