12 de dezembro de 2018

Rio Mamoré chega a 8,82 metros em RO; marca é a maior registrada desde 2013

Marca foi alcançada na manhã desta terça-feira (11). Nível é 13,6% maior do que o mesmo período de 2017.
Rio Mamoré chega a 8,82 metros em RO; marca é a maior registrada desde 2013

Nível do Rio Mamoré apresentou aumento nesta terça-feira (11)
O nível do Rio Mamoré atingiu 8,82 metros na manhã desta terça-feira (11). A marca representa aumento de cerca de 13,6 % em comparação com o mesmo período do ano passado, que atingiu 7,76 metros. Além disso, é a maior registrada desde 2013.
Os dados foram fornecidos pela Defesa Civil de Guajará-Mirim (RO), município a pouco mais de 330 quilômetros de Porto Velho, que disponibilizou números dos últimos cinco anos (veja gráfico). Apenas 2015 não teve registro.
Apesar do índice, o Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam) já descartou a possibilidade de uma enchente nas mesmas proporções que a de 2014. O nível das águas do Rio Mamoré é acompanhado diariamente por equipes da Defesa Civil, que fazem a medição. 

 Nível do Rio Mamoré por anos

Os bairros Cristo Rei e Triângulo são os mais próximos do rio e acabam sendo os mais afetados pelo aumento do nível. Segundo autoridades do município, os moradores correm o risco de ficarem desabrigados.

Possível abrigo?
Um abrigo chegou a ser montado no Ginásio de Esportes Afonso Rodrigues para acolher moradores dos bairros afetados pela enchente do Rio Mamoré em 2014. Na ocasião, mais de mil famílias foram cadastradas.
A Defesa Civil informou que não é possível informar se um abrigo será montado, já que é necessário, no mínimo, ter oito famílias. O órgão segue fazendo o cadastramento dos moradores. 

Ainda segundo a Defesa Civil, essa semana será realizado um estudo no Cristo Rei e no Triângulo. Além disso, um plano emergencial será apresentado durante uma reunião com representantes do Exército, Marinha, Corpo de Bombeiros e Polícia Militar. A previsão é de que aconteça até a próxima semana.

Fonte: G1 

Veja também:

Últimas Notícias

© Copyright 2019 Jornal O Mamoré | All Right Reserved