17 de dezembro de 2018

Coluna Almanaque: UM POUCO DE POLÍTICA E HISTÓRIA

Por Fábio Marques
Coluna Almanaque: UM POUCO DE POLÍTICA E HISTÓRIA

Por Fábio Marques

Membro fundador do PT nesta cidade, debandei para o PDT onde estou filiado há 28 anos porque neste partido encontrei aportes para minhas propensões socialistas. O PDT espelha as idéias e projetos que foram criados pelo Governo Getúlio Vargas. São estas propostas que deram origem ao partido de Brizola e que nos brindaram com as conquistas sociais do trabalho: salário-mínimo, décimo terceiro, licença-prêmio, férias remuneradas, planos de cargos e carreiras, sistema de concursos, enfim, a CLT e todas as vantagens que adviram como o voto secreto, a merenda escolar no ensino público e a criação da Petrobrás, da Eletrobrás, a CSN, a companhia Vale do Rio Doce e tantas coisas mais.
##########
Em 1990, época em que criamos o PDT em Guajará-Mirim, o partido era afinado e só tinha gente de vanguarda. Mas como tudo na vida tem um lado negativo, aos poucos o partido foi se deixando contagiar por leprosos morais sem nenhum ideário político que até hoje infestam nossas fileiras.
##########
Para este escriba, jornalismo se resume a duas palavras: povo e verdade. É através do jornalismo que o povo encontra armas de defesa contra a corrupção que assola os poderes. Hoje os partidos políticos viraram uma suruba só. Quando os programas de um partido de esquerda se aplicam ipsis literis aos programas dos partidos de direita é porque a política se prostituiu a tal ponto que aqueles que participam do bacanal sequer sabem o que estão fazendo lá.
##########
Sem ideário político também não há filosofia de vida. Hoje, ao mesmo tempo em que as pessoas ficam atônitas frente a estes descalabros, também parecem continuar andando sem as pernas, pensando sem cabeça e amando sem coração. Ah, mas tem o futebol às quartas e domingos no canais de esportes. E as novelas da televisão. E os cantores de pagode e música sertaneja. Isto sem falar nas lavagens cerebrais que os pastores e suas igrejas ofertam aos pobres de espírito. Tudo isso desvia a atenção e obriga a plebe ignara a não pensar por si mesma para ir seguindo o rumo da boiada.
##########
A elite burguesa do Brasil é a mais nojenta e filha da puta que existe. Se ajoelha para o American-way-of-life e para o modus-vivendi de todos os países capitalistas que querem deixar-nos mais na miséria ainda e roubar-nos as nossas riquezas. E agora subestimam a inteligência desta pátria amada com este estado militar prestes a golpear a liberdade do ser humano.
##########
O que o povaréu ingênuo precisa é de um pouco mais de vergonha na cara ao adentrar a sala de votação. Votar não deve ser visto como obrigação e sim como direito de cidadania. Urna não é penico.
##########
Neste cipoal infernal não existem fatos isolados. Mas ainda vai chegar o dia em que a plebe ignara vai deixar de se acomodar. Tem uma história que diz o seguinte: uma pessoa ao ver um cidadão chorando perguntou: - Por que este homem está chorando? A outra respondeu: - Porque ele está deitado numa cama de espinhos. – Mas se ele está deitado numa cama de espinhos, por que não se levanta e vai embora? – Porque ele ainda não se incomodou. Quando ele se incomodar ele levanta e vai embora.
Apoio Cultural: 

Veja também:

Últimas Notícias

© Copyright 2019 Jornal O Mamoré | All Right Reserved