Dois casos suspeitos de sarampo foram notificados pelo Núcleo de Vigilância Epidemiológica e Ambiental (Nuvepa) de Guajará-Mirim (RO), cidade a pouco mais de 330 quilômetros de Porto Velho. Um deles já foi descartado e o outro aguarda retorno de exames para ser confirmado ou não.
Conforme a responsável pela Rede de Frio da Nuvepa, Zilda Santos, quando acontece notificação de casos onde há suspeita de sarampo, ocorre o bloqueio vacinal.
“Quando somos informados do local onde há suspeito da doença, nós realizamos o bloqueio vacinal. Vacinamos todas as pessoas da residência ou do local de trabalho. Mas, pra que isso seja feito, é preciso que a população informe dessas suspeitas”, destacou.
Em Guajará-Mirim, por enquanto, segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), apenas 40% do público infantil já foi vacinado contra o sarampo e a póliomelite. No próximo sábado (18), acontece o “Dia D” da Campanha de Multivacinação contra as doenças em todo país.
No município, nove pontos de atendimentos estarão disponíveis para vacinação, além do Distrito do Iata, Zona Rural de Guajará-Mirim. Com baixo índice de vacinação atingido, a Secretaria de Saúde destaca que a prioridade da campanha é para as crianças maiores de 1 ano e menores de 5 anos.
Fonte: G1

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem