Após a situação da BR-425, em Araras, distrito de Nova Mamoré, piorar, a empresa contratada pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit) começou a realizar uma obra paliativa. A intenção é conter o avanço da cratera e manter o fluxo de veículos na região.
De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, nesta semana o Dnit deve fazer uma avaliação do local e definir o que será feito de forma definitiva. Ainda conforme a assessoria da PRF, com as chuvas, houve mais desbarrancamento, o que aumentou o buraco na rodovia. Com isso, foi necessário colocar madeiras e mais aterro para o tornar a pista mais firme. 
O problema na rodovia começou há 20 dias, quando o solo da pista cedeu, interditando parcialmente o fluxo de veículos. No último fim de semana, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a cratera voltou a aumentar por conta das intensas chuvas.

Fonte: Rondoniagora
 

 

 

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem